REQUERIMENTO

Eduardo Amorim assina CPI para investigar JBS e BNDES

A CPI vai apurar os créditos concedidos no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais

Por NE Notícias
24 maio 2017, 12h13

O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) assinou nesta terça-feira, 23, requerimento para instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), encabeçada pelo senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), para investigar a atuação do grupo JBS no mercado de capitais. O objetivo da CPMI é apurar os ganhos financeiros do grupo após a divulgação da delação premiada à Justiça.

Há denúncias de que o grupo teria faturado milhões com a alta do dólar e a queda na Bolsa de Valores na última sexta-feira, 19. O senador sergipano assinou, também, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de autoria do senador Roberto Rocha (PSB-MA), para investigar irregularidades nos empréstimos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A CPI vai apurar os créditos concedidos no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais, em especial, a linha de financiamento específica para internacionalização de empresas a partir de 2007. Segundo Eduardo Amorim, a CPMI já conta com 27 assinaturas no Senado e 171 na Câmara dos Deputados necessárias para a abertura; já a CPI possui até o momento 35 assinaturas das 27 necessárias.