PORTARIA

Governador comemora venda subsidiada de milho

Medida beneficiará 14 mil pequenos criadores de Sergipe, que poderão comprar a saca de 60 kg de milho por R$ 33,00 e, assim, garantir o alimento para o rebanho

Por Agência Sergipe de Notícias
07 abr 2017, 14h53

O governador Jackson Barreto comemorou publicação de portaria, por parte do Ministério da Agricultura, que libera estoque de milho da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para venda subsidiada. A medida beneficiará aproximadamente 14 mil pequenos criadores de Sergipe, que poderão comprar a saca de 60 kg de milho por R$ 33,00 e, assim, garantir o alimento para o rebanho, que vem sofrendo com os efeitos da seca.

O benefício, a princípio, tinha sido anunciado em 15 de fevereiro, pelo presidente Michel Temer, atendendo à reivindicação e sugestão de Jackson Barreto, que, em dezembro, esteve com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ao lado do deputado federal, Jony Marcos e o agora superintendente do escritório de Sergipe em Brasília, Heleno Silva, pleiteando o grão estocado na Conab a preço subsidiário.

O decreto federal prevê até 200 mil toneladas do grão para as regiões Nordeste e Norte. Jackson falou da luta do governo estadual para a obtenção do benefício, indispensável para sobrevivência do gado que sustenta a bacia leiteira em Sergipe. “Estamos nessa luta há quatro meses, quando visitamos, eu, o deputados pastor Jony e o representante do Estado em Brasília, Heleno Silva, o ministro da Agricultura para solicitar o preço subsidiado. Não conseguimos a liberação a custo zero, mas criamos as condições para que o milho fosse vendido mais barato pela Conab. Foi graças a Jony, que cobrou na Câmara Federal, que o ministério da Agricultura liberou a compra. Quero dizer que o homem e mulher do sertão terão o milho para alimentar o gado por R$ 33 a saca, quando o valor seria R$ 60”, disse o governador.

Jackson também elogiou a postura do deputado Jony Marcos, que levou o debate da necessidade e urgência da liberação ao Congresso. “Ele foi o único parlamentar, no Brasil, a lutar pela portaria do milho”.

Para o deputado, a portaria do milho trará alívio ao sertanejo e à economia leiteira de Sergipe. “Sergipe deve receber em torno de 10 mil toneladas para salvar o rebanho de gado leiteiro e de corte do Sertão”, informou Jony Marcos.