SOCORRO 2018

Aélio não gosta ser de ser visto como nanico e diz que cada eleição é diferente

Por Jozailto Lima
11 ago 2017, 15h52

O político e jornalista Aélio Argolo, PRP, discordou da nota “Aélio tem teto curto e baixo”, publicada na edição de ontem da coluna Aparte, na qual foi dito que ele teve uma votação muito baixa para vereador de Socorro – apenas 662 -, o que atrapalharia sua pretensão de ser deputado estadual tendo aquele município como base eleitoral.

“Uma eleição não tem nada a ver com outra. Fábio Mitidieri perdeu para vereador e ganhou para deputado federal. Sílvia Fontes, uma desconhecida, foi a mais votada do Estado”, disse Argolo.

“E ainda: em 1990, Zé Eduardo Dutra teve 179 votos para deputado federal e na eleição seguinte, em 1994, foi eleito senador. Os ventos mudam de direção e velocidade. Para navegar, basta alinhar velas e leme. Nesse sentido, você foi injusto comigo”, reforçou Aélio. Pode ter sido.