LARANJEIRAS

“Prefeito ainda precisa começar a gestão”

Essa é a conclusão a que chegaram os vereadores do município, que usaram a tribuna da Camara para questionar a administração

Por Ascom CML
07 abr 2017, 11h16

“Há mais de 100 dias no comando da Prefeitura de Laranjeiras e o prefeito Paulo Hagembeck (Paulão da Varzinhas – DEM) ainda não mostrou ações concretas em benefício da população de Laranjeiras. Já cometeu diversos erros e cobramos providências nesta casa, mas até o momento, ainda não mostrou pra que veio”, afirmou o vereador José Carlos Sizino Franco (JJ-DEM).

Em discurso na casa legislativa, o vereador JJ relatou que o prefeito está na inércia, enquanto a população necessita de serviços. “Já apresentamos nesta casa diversas indicações, mas nenhuma resposta concreta é dada. Assim como aprovamos três requerimentos para o prefeito prestar contas, porém, em 100 dias de mandato, nenhum balancete foi entregue a esta casa. A equipe de gestores diz apenas que estão analisando as indicações e providenciando a documentação. Será que essa desculpa é somente para ganhar tempo?”, afirmou o parlamentar.

O problemas citados não foram só estes, de acordo com o vereador José Carlos. Ele voltou a cobrar também melhorias no abastecimento de água e disse que o prefeito precisa assumir a responsabilidade do problema junto com a companhia de Saneamento de Sergipe (DESO). “A Deso saiu escavando diversos locais na Várzea, para passar a tubulação, mas não fez o reparo no calçamento, assim como nos outros locais. De acordo com o convênio firmado entre a prefeitura e a companhia, a responsabilidade de executar os serviços é da gestão municipal”, frisou.

Quanto a este reparo no calçamento, o vereador Adelmo Soares Pinto (Adelmo de Zé Bodega – PSB) destacou que a partir da próxima segunda-feira, a Prefeitura vai iniciar as obras de reparo do calçamento nas áreas afetadas.

O vereador Adriano Carvalho (Adriano de Pedra Branca – PMDB) reiterou as palavras de JJ e acrescentou também que: “Aprovamos nesta casa um orçamento suplementar de R$ de mais de R$ 21 milhões e até agora não vemos ações concretas e onde estão sendo gastos os recursos. O prefeito Paulo Hagembeck precisa nos informar como está sendo gasto o dinheiro. Além disso, o gestor prometeu em campanha que irá priorizar o servidor público, mas a equipe de governo diz que está elaborando um projeto para a implantação de Plano de Cargos e Salários, ou seja, apenas promessas”, destacou Adriano.

O representante do legislativo alertou o prefeito quanto a outra promessa de campanha; a melhoria de salário e condições de trabalho para os guardas municipais. “A proposta do gestor é igualar os salários dos guardas de Laranjeiras aos de Aracaju. Peço a Deus que esta promessa saia do papel, por que se ele não vem pagando aos servidores do hospital, imagine. Esses dias os Guardas Municipais devem realizar uma assembleia e ameaçam paralisar as atividades”, ressaltou.

Os vereadores Jânio Dias e Brasilina Borges também cobraram ações da Prefeitura em benefício do povo. “O prédio da antiga Biblioteca abandonado e possivelmente existem pessoas se abrigando por lá e isto é inadmissível. Portanto, quero aqui cobrar do Líder do Prefeito nesta casa, o vereador Davi de Campos uma posição para que possamos resolver este problema”, afirmou Jânio.

A vereadora Brasilina Borges (PSD) usou a tribuna da casa legislativa e pediu mais transparência da atual administração. “Atraves do vereador JJ solicitamos nesta casa a relação dos secretários, adjuntos, com as devidas portarias, certidões negativas, atestado de bons antecedentes, mas o prefeito só nos enviou uma lista com o nome de cada secretário, ou seja, as informações não estão completas. É necessário mais transparência e trabalhar para os mais pobres, o que também não está acontecendo. Os políticos ainda se utilizam de uma forma arcaica de fazer política”, citou a vereadora.