ITAPORANGA

Prefeitura realiza audiência pública para elaboração de orçamento

Ato foi realizado na Escola Municipal Prefeita Maria das Graças Souza Garcez e contou com a participação da comunidade, secretários e vereadores

Por Ascom do Município
26 abr 2017, 13h29

A Prefeitura de Itaporanga D’Ajuda, através da Secretaria Municipal de Economia e Finanças, realizou na manhã desta quarta-feira, 26, uma audiência pública para a elaboração do Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e a Lei Orçamentária Anual. O ato foi realizado na Escola Municipal Prefeita Maria das Graças Souza Garcez e contou com a participação da comunidade, secretários e vereadores do município.

O secretário municipal de Economia e Finanças, Edwelton Gois, explica o objetivo da realização da audiência. “Hoje a gente se reúne com esse instrumento de planejamento que a gestão pública tem, que é justamente o orçamento e o orçamento participativo, pra elaboração das metas, das diretrizes, de tudo aquilo que o município precisa realizar para os próximos quatro anos. E não só a Lei Orçamentária Anual de 2018, como também todos os instrumentos de controle que a gente dispõe para poder planejar a gestão pública. A importância hoje dessa reunião é justamente que nós poderemos estar traçando os objetivos, as metas para o desenvolvimento do próprio município”, explicou.

O coordenador de Contabilidade da Erpac Contabilidade Pública, João Ricardo, fala da importância do município realizar a audiência com a população em geral. “A importância da audiência é para que a população possa ajudar o município a construir o seu planejamento. O município vive dos impostos dos cidadãos, então é o dinheiro do cidadão que mantém a Prefeitura, o Governo do Estado e a União. Então é nesse sentido que cada cidadão pode eleger quais são as prioridades que o município vai desenvolver ao longo dos anos”, disse.

“Além disso, o prefeito muitas vezes não consegue identificar todos os problemas que o município possui, e os cidadãos podem ajudá-lo nesse sentido, identificando muitos problemas, muitas necessidades e seus desejos para que possam ser incorporados ao planejamento do município. Lembrando que um orçamento bem feito é sempre bom para todos os munícipes, ele beneficia a população de um modo geral, daí a importância da população participar debater e apresentar sugestões e ideias para o planejamento municipal”, concluiu o coordenador de contabilidade da Erpac.

O diretor de base municipal do Sintese, Wilson Menezes Hora, a participação da comunidade nestas discussões é muito importante. “A discussão está na constituição, tem que discutir os três documentos apresentados, que é o PPA, a LOA e a LDO. A realização desse ato é muito importante, nós temos a grandeza da importância da sociedade participar, de ter uma ampla participação das comunidades, e que cada vez mais a comunidade possa decidir o que fazer e não os governos, porque dessa forma a gente chega a uma conclusão melhor”, afirmou.