LAVA JATO

Renan pede a Moro para não prestar depoimento

Documento foi enviado a Curitiba nesta sexta (2)

Por VEJA COM
03 jun 2017, 12h11

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) enviou ao juiz Sergio Moro nesta sexta (2) um pedido para que não precise depor como testemunha de defesa de Jorge Luz e seu filho, Bruno Luz. Os dois são apontados como operadores financeiros do PMDB.

Na justificativa enviada pelo advogado de defesa, Calheiros pede para ser dispensado do processo da 13ª Vara de Curitiba, que julga ações da primeira instância. Isso porque já é investigado pelos mesmos fatos no Supremo Tribunal Federal.

A ação investiga esquemas de corrupção entre o PMDB e a Petrobras que teriam resultado em desvios superiores a R$ 240 milhões.

Renan Calheiros afirma ainda que não conhece Jorge e Bruno Luz.