YoutubeFacebookTwitterInstagram
evolução escolar
Por Ascom do Município | 29 de Ago de 2019, 17h51
Aracaju adere ao Pacto Sergipano pela Alfabetização na Idade Certa
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
40b7a3b60abf9bf0

Edvaldo participou do lançamento do pacto nesta quinta-feira, 29

A Prefeitura de Aracaju aderiu ao Pacto Sergipano pela Alfabetização na Idade Certa, lançado na manhã desta quinta-feira, 29, pelo Governo do Estado. O Plano se constitui numa política de Estado que tem a finalidade de alfabetizar todos os estudantes da rede pública matriculados no Ensino Fundamental, com maior deficiência em leitura e escrita. O prefeito Edvaldo Nogueira participou da solenidade ao lado do governador Belivaldo Chagas e de prefeitos do interior do Estado.
 
O programa visa garantir a melhoria do ciclo de alfabetização de crianças e jovens com ganhos maiores em Língua Portuguesa e Matemática, além de contribuir para a evolução escolar a fim de prevenir o abandono, a evasão e a distorção idade/série nos anos subsequentes à alfabetização. A expectativa é beneficiar mais de 86 mil estudantes nas escolas públicas de Sergipe.
 
“Este Pacto é muito importante, pois é a forma de todos nós darmos  as mãos, Governo do Estado e prefeituras, para buscarmos avançar na melhoria da aprendizagem nas escolas públicas e na melhoria dos índices de alfabetização. O governador Belivaldo Chagas está de parabéns por esta iniciativa”, declarou o prefeito.

Edvaldo ressaltou que a Prefeitura de Aracaju tem desenvolvido um grande trabalho para melhorar a Educação na capital, com investimentos na informatização e reforma das escolas. “Temos feito uma grande transformação que casa com os elementos que compõem este projeto do governo de melhoria da Educação”, destacou. 

A secretária da Educação de Aracaju, Cecília Leite, afirmou que a capital já tem discutido os temas inseridos no Pacto. “Este grande pacto proposto pelo governo para os municípios vem no momento certo, para que juntos possamos melhorar os indicadores de qualidade em Sergipe. Aracaju já está discutindo temas como alfabetização, evasão, de modo que este pacto dá qualidade e densidade ao nosso trabalho”, frisou.

O governador Belivaldo Chagas pontuou que o programa tem como meta “tirar Sergipe dos péssimos números onde se encontra”. “Precisamos melhorar os índices da Educação do nosso Estado e as redes municipais são detentoras de 80% do total de matrículas do ensino fundamental. Com este programa poderemos ver as direções que devemos seguir, corrigir erros, nos reorientar. Esse desejo só pode se concretizar se os municípios se unirem ao Estado. Por isso contamos com todos. Para mim é um dia de felicidade porque damos o pontapé inicial para reconstruir a história da Educação de Sergipe”, enfatizou. 


Alfabetizar Pra Valer
 
Com o propósito de garantir a participação das redes municipais, o governo estadual fará mudança na lei da redistribuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), ofertará material pedagógico, formação continuada para todos os agentes envolvidos no programa e prêmios para as escolas com bom desempenho e resultados.
 
A implementação do Alfabetizar Pra Valer provoca também o nascimento do Sistema de Avaliação da Educação Básica de Sergipe (SAESE), que irá promover a formulação e o monitoramento das políticas educacionais no Estado, por meio de diagnóstico dos níveis de aprendizagem dos estudantes das Redes Públicas Estadual e Municipais. Além disso, o SAESE irá avaliar a Educação Básica no Estado com a aplicação de testes de proficiência em todas as escolas das Redes Públicas.
 
Serão avaliados todos os alunos do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, e 3ª série do Ensino Médio nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, podendo, a qualquer tempo, estender-se a outros anos, bem como a outros componentes curriculares da Educação Básica.
 
O Programa Alfabetizar Pra Valer conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/SE), Associação Bem Comum, Fundação Lemann, Instituto Natura, Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES) e Associação dos Municípios da Região Centro-Sul de Sergipe (AMURCES).

Acompanharam a solenidade a vice-governadora de Sergipe, Eliane Aquino,  a vice-governadora do Ceará, Maria Izolda Cela de Arruda, o deputado estadual e presidente da Alese, Luciano Bispo, a vice-reitora da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Iara Campelo, o secretário de Estado da Educação de Sergipe, Josué Modesto, a secretária de Estado da Educação do Ceará, Eliana Estrela, o presidente da Associação dos Municípios da Região Centro Sul de Sergipe (Amurces), José Antônio Silva, o presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), Cristiano Beltrão, o diretor-presidente do Instituto Natura, David Saad, o presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), Fernando Mota, o presidente da Fundação Lemann, Jorge Paulo Lemann, e demais autoridades.