YoutubeFacebookTwitterInstagram
RECURSOS
Por Ascom do Município | 03 de Set de 2019, 15h43
Aracaju consegue aprovação de R$ 300 milhões em financiamento
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
382b4de1914a5e75

O prefeito acompanhou a discussão da Comissão, em Brasília, nesta terça

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou, por unanimidade, nesta terça-feira, 3, a contratação, por parte da Prefeitura de Aracaju, da operação de crédito de 75 milhões de dólares - cerca de R$ 300 milhões -, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O prefeito Edvaldo Nogueira acompanhou, em Brasília, a votação da proposta, que já havia sido aprovada pela Secretaria do Tesouro Nacional da Presidência da República. O projeto será votado agora no plenário do Senado. Os recursos se destinam ao “Programa de Requalificação Urbana da Região Oeste de Aracaju - Construindo para o Futuro”.

 

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PB) foi o relator do projeto na CAE e apresentou relatório favorável à aprovação. Os senadores Alessandro Vieira e Rogério Carvalho, de Sergipe, titulares da comissão, votaram à favor da propositura, assim como os demais parlamentares membros do colegiado. Com esta aprovação, Aracaju fica mais próxima de firmar convênio com o BID e assim acessar os recursos para a realização das obras. O bom andamento do pedido de financiamento só está sendo possível graças à organização das contas da Prefeitura, cujo trabalho desenvolvido nesta gestão possibilitou a melhora da avaliação da capacidade de pagamento do município.

 

“Estou muito feliz porque a CAE aprovou o nosso projeto por unanimidade. Agradeço ao senador Vital do Rêgo, relator da proposta, e aos senadores Alessandro e Rogério que juntos na comissão trabalharam na aprovação deste empréstimo para Aracaju. Acredito que até amanhã, o plenário deverá aprovar o nosso pedido. São 75 milhões de dólares que vão ser aplicados em obras na nossa cidade, melhorando a qualidade de vida do nosso povo”, afirmou o prefeito.

 

O financiamento de R$ 300 milhões prevê uma série de obras de infraestrutura em diversos bairros da cidade, sendo a principal delas a construção da avenida Perimetral Oeste, que desafogará o trânsito na avenida Euclides Figueiredo. O projeto inclui ainda a urbanização e melhoria das condições socioambientais e de infraestrutura na cidade, além da melhoria da mobilidade urbana. Também estão previstas a construção de 420 unidades habitacionais, escolas, equipamentos de saúde e praças e a revitalização completa do Parque Augusto Franco (Sementeira). A perspectiva é beneficiar 300 mil aracajuanos diretamente e mais 384 mil pessoas indiretamente.

 

“Recuperação financeira expressiva”, elogia Alessandro

 

Na sua declaração de apoio ao projeto na CAE, o senador Alessandro Vieira destacou a atuação do prefeito Edvaldo Nogueira na recuperação financeira da capital. “Estes recursos atenderão demandas históricas da cidade. A possibilidade de Aracaju acessar estes recursos são resultado de um trabalho de recuperação financeira muito expressiva do prefeito Edvaldo. Não faço parte do grupo político do prefeito, mas o interesse do sergipano está acima de qualquer coisa e estou ajudando os gestores eleitos a entregarem o melhor serviço à população”, declarou Alessandro.

 

Pedido de urgência de Rogério 

 

O senador Rogério Carvalho também defendeu a importância do projeto, ressalvando a necessidade dos recursos para obras de grande impacto na vida dos que mais precisam. Foi de autoria do parlamentar, inclusive, o pedido de urgência para a votação da proposta no plenário do Senado, o que foi aprovado, unanimemente, na comissão. “O prefeito Edvaldo Nogueira, com certeza, fará bom usos destes recursos e ajudará a melhorar a vida de milhares de aracajuanos”, disse. O presidente da CAE, senador Omar Aziz (AM) elogiou a atuação dos dois senadores sergipanos em favor do projeto. 

 

Luta pelos recursos

 

O prefeito Edvaldo Nogueira tem trabalhado de maneira intensa para conseguir a liberação dos recursos do BID. Além da atuação responsável na gestão para a recuperação da saúde financeira do município, Edvaldo buscou o apoio do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, com quem se reuniu em 20 de agosto, acompanhado do deputado federal Laércio Oliveira, para que o projeto fosse enviado, de maneira célere, para o Senado. 

 

Edvaldo também dialogou diretamente com os senadores Omar Aziz e Vital do Rêgo presidente da comissão e relator do pedido, respectivamente, para que a proposta pudesse tramitar rapidamente na Comissão de Assuntos Econômicos. O prefeito se reuniu ainda com os senadores sergipanos, acompanhado do deputado federal Fábio Mitidieri, para pedir deles o apoio à proposta, no que foi atendido prontamente.