YoutubeFacebookTwitterInstagram
LEGISLAÇÃO
Por Site CMA | 17 de Nov de 2017, 09h24
Câmara aprova lei que obriga ônibus coletivo ter placa de Aracaju
Atualmente, a maioria dos ônibus que circulam pela cidade têm placas de outros Estados
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
A441538a5d829b55

A iniciativa é do vereador Seu Marcos (PHS) e tem como objetivo garantir ao município a arrecadação das taxas (Foto: Gilton Rosas)

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Aracaju (CMA) o Projeto de Lei nº 137/ 2017, que dispõe sobre o licenciamento da frota de ônibus da capital. A iniciativa é do vereador Seu Marcos (PHS) e tem como objetivo garantir ao município a arrecadação das taxas cobradas com o licenciamento dos veículos das empresas que integram o transporte público coletivo. Atualmente, a maioria dos ônibus que circulam pela cidade têm placas de outros estados.

Não é novidade que Aracaju sofre com os problemas relacionados à sua mobilidade urbana, principalmente, quando se trata do transporte público coletivo. Pensando em mecanismos que ajudem a solucionar a arrecadação de fundos, que não seja através do aumento da passagem para o usuário, o vereador Seu Marcos propôs que os ônibus que pertencem às empresas responsáveis pelo serviço, possuam placa policial da cidade de Aracaju, para que sejam repassados ao município os valores referentes aos seus licenciamentos.

“A população sofre com os péssimo serviço oferecido pelas empresas do transporte público. Todo início de ano tem aumento da tarifa, que pesa apenas no bolso do trabalhador aracajuano. Está na hora das empresas terem o compromisso de pagar os seus impostos em nosso estado e na nossa capital. Se eles ganham dinheiro aqui, devem contribuir com a nossa economia também”, defendeu o parlamentar.

Ainda de acordo com Seu Marcos, existe um grande desafio que é manter o fluxo do transporte coletivo na cidade funcionando direito. “Não é preciso um estudo para saber que há uma má distribuição das linhas de ônibus nos bairros da capital sergipana. Carros sucateados, sujos, tarifa cara, falta até abrigo em algumas localidades. A nova lei, se sancionada pelo prefeito, obrigará as empresas a licenciar e pagar o IPVA dos veículos aqui, em nossa cidade. “Ajudará a nossa economia e com a economia do setor", afirmou.