YoutubeFacebookTwitterInstagram
Saúde
Por Ascom | 28 de Jun de 2019, 08h47
Centro Médico do Trabalhador viabiliza 80 mil atendimentos no Nestor Piva 
Resultado de cinco meses de execução dos serviços na gestão
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
41c0864598f3897f

Serviços são aprimorados no Nestor Piva

Prosseguindo com o trabalho de excelência e qualidade nas atividades operacionais e administrativas na Unidade de Pronto Atendimento - UPA - Nestor Piva, o Centro Médico do Trabalhador alcançou com cinco meses de execução dos serviços na gestão a marca de 80 mil atendimentos aos usuários que procuraram a UPA para a realização de procedimentos médicos. 

Isso tudo graças ao trabalho de humanização e qualificação profissional dos servidores que compõe o quadro do Centro Médico do Trabalhador. Seja com a realização de cursos e palestras para aprimorar a prestação de serviços ou com ampliação de funcionários para atuar em períodos atípicos do ano, como carnaval e festejos juninos. 

Outra medida implantada e bastante elogiada por população e representantes da sociedade civil organizada (vereadores, deputados estaduais, OAB, Conselho Municipal de Saúde, órgãos de fiscalização) foi a revitalização da estrutura da Unidade.

Com um novo sistema de refrigeração, a disponibilização de equipamentos para a realização de exames: Raio X fixo e móvel, laboratório. Além, claro, da presença diária de sete médicos, chegando em algumas ocasiões a oferecer atenção a sociedade com oito médicos: clínicos, estabilização, cirurgia, ortopedista, ultrassom, além de enfermeiros.

Vários outros avanços já foram realizados, desde a implantação de sistema da classificação de risco (aprimorando a eficiência no atendimento), passando por adequações e realizando parceria com a Guarda Municipal, possibilitando a implantação de uma estrutura da GMA na unidade. Houve também a aquisição de uma ambulância para ajudar na transferência dos pacientes.

De acordo com o médico Eduardo Pinto, a atual gestão trabalha com o propósito de promover a humanização na unidade, seja como forma de assistência prestada às pessoas, seja com o desenvolvimento de outras ações voltadas ao bem estar de todos os envolvidos no processo de saúde.

Para a direção do Centro Médico do Trabalhador, um dos direitos maiores da população é o acesso à saúde pública de qualidade e isso está sendo entregue por eles. “Além da equipe profissional completa, melhoramos também na garantia de materiais e medicamentos, não mais temos aquele problema de desabastecimento. Também temos um programa de manutenção preventiva dos equipamentos evitando eventuais falhas, duplicamos o equipamento de radiologia e adquirimos um equipamento de ultrassom novo”, conclui Eduardo Pinto.