YoutubeFacebookTwitterInstagram
gestão
Por Ascom do Município | 25 de Mar de 2020, 14h06
Edvaldo representará prefeitos do NE em ações contra o coronavírus na FNP
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
D3b804baf13d9aba

Na videoconferência, Edvaldo defendeu a importância das medidas de isolamento social

O prefeito Edvaldo Nogueira será o representante dos gestores municipais do Nordeste na Frente Nacional de Prefeitos nas discussões sobre as ações de combate à pandemia do coronavírus nas cidades. A escolha se deu na manhã desta quarta-feira, 25, em videoconferência com prefeitos de capitais. Os cinco prefeitos escolhidos, um de cada região do país, têm uma reunião virtual pré-agendada com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para domingo, dia 29.

Na videoconferência, Edvaldo defendeu a importância das medidas de isolamento social, tomadas pelas prefeituras, e voltou a destacar a necessidade do envio de recursos do governo federal para as ações de fortalecimento da rede de atenção básica e da disponibilização de leitos hospitalares. Edvaldo também ressaltou a necessidade de medidas que minimizem o impacto da crise econômica na vida das pessoas.

“O coronavírus não tem ideologia, nem cor, não tem sexo. É um vírus que avassala o mundo, por isso é fundamental que sigamos as medidas que a ciência aponta. As pessoas precisam ficar em casa, precisam se proteger, evitar aglomeração. Ao mesmo tempo, defendo o fortalecimento da rede de saúde, com equipamentos e recursos para manter nosso exército de profissionais da saúde atuando bravamente. Precisamos ter os leitos hospitalares para atender as populações mais carentes. Para isso, precisamos que o governo federal envie recursos para as cidades. E também é  importante que o governo federal elabore um pacote de ações para minimizar o impacto desta crise na vida econômica do país”, declarou.

No último domingo, 22, o prefeito Edvaldo Nogueira já havia participado de uma videoconferência com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, para discutir ações para o enfrentamento ao coronavírus nas cidades. Na reunião virtual, Edvaldo propôs diversas medidas que possam vir a auxiliar os municípios no combate ao vírus, entre elas  a destinação dos recursos federais de assistência farmacêutica para o enfrentamento, e a autorização do uso de recursos para investimentos nas redes de atenção primária e de urgência e emergência, também nas ações de combate.  Edvaldo também reforçou a necessidade de unificação dos poderes na luta contra o coronavírus, ressaltando que o momento “exige a união de todos”.