YoutubeFacebookTwitterInstagram
Turismo
Por PMA | 01 de Ago de 2019, 15h41
Em Aracaju, conselho municipal consolida parceria entre Prefeitura e trade local
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
66a42fb65757b6a9

Secom/PMA

Importante instância de governança que objetiva a estruturação e planejamento de ações voltadas para o fortalecimento do turismo na capital, o Conselho Municipal do Turismo (Comtur), recriado pela Prefeitura de Aracaju em 2018, tem recebido o reconhecimento de membros do trade turístico local.

A recriação do Comtur, uma das metas do Planejamento Estratégico da atual gestão municipal, se tornou possível a partir da sanção de uma lei de autoria do poder executivo municipal - construída em parceria com representante do trade -, apreciada e aprovada pela Câmara de Aracaju, em julho do ano passado.

“É o cumprimento daquilo que me comprometi com os aracajuanos em 2016, quando propomos o fortalecimento da vocação de Aracaju como destino turístico”, afirma o prefeito Edvaldo Nogueira, ao destacar que, por meio do Comtur, a Prefeitura de Aracaju tem atuado junto a entidades e trabalhadores dos segmentos que compõem a cadeia produtiva do turismo em Sergipe. 

“Foi uma grande ação do prefeito Edvaldo Nogueira, porque o Comtur é uma ferramenta de diálogo, a partir da qual todas as entidades podem sentar à mesma mesa para discutir, planejar e mensurar as ações que estão sendo desenvolvidas em prol do turismo”, reconhece o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Sergipe (ABIH/SE), Antônio Carlos Franco Sobrinho, que também é vice-presidente do Conselho.

 Segundo o presidente da ABIH/SE, as reuniões do colegiado são sempre produtivas. “Todo diálogo entre o setor público e o privado tende a produzir ideias muito boas para beneficiar o turismo em Aracaju”, ressaltou Antônio Carlos Franco Sobrinho.

Composição do Comtur

Na recriação do Comtur, a gestão municipal dedicou atenção especial à composição do colegiado, ao garantir equilíbrio e pluralidade na representação. Metade dos membros do Conselho são da atividade pública (órgãos ou entidades governamentais) e a outra metade da iniciativa privada e segmentos da sociedade, totalizando 24 conselheiros.

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) faz parte do Conselho. Para o chefe do Departamento de Turismo da instituição, Dênio Santos Azevedo, a academia tem papel importante para contribuir com os debates no Comtur, “enquanto instituição que pensa, reflete, pesquisa e analisa o turismo no Brasil e no mundo”, disse.

“Por meio da atividade acadêmica, estamos em permanente contato com as tendências do mercado e o que está se discutindo em termos de políticas públicas para o setor, e o Comtur é o ambiente do debate, onde fazemos proposição e dialogamos com o trade turístico e demais membros. Nossa participação é no sentido de contribuir com nossas pesquisas e reflexões para a melhoria do turismo”, destacou Dênio Azevedo. 
 
Atuando há mais de 25 anos no turismo sergipano, o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens do Estado de Sergipe (ABAV/SE), João Ávila, define o Comtur como “a mais importante instância de governança” para o planejamento do turismo na capital. “Porque é nele [no Comtur] que se planeja, que se cumpre a execução, e onde vemos a participação da sociedade civil, das empresas, dos trabalhadores e do próprio governo. Além de uma participação igualitária entre os membros, extremamente democrática, confere responsabilidade, de parte a parte, naquilo que for construído em conjunto para o bem do turismo”, observou. 

João Ávila também destaca a efetividade das decisões que são encaminhadas no colegiado. “Um aspecto importantíssimo é que aquilo que for planejado deve ser executado, seja a curto, médio ou longo prazo, transcendendo, inclusive, quem estiver na gestão municipal do momento. Pode haver mudança de prefeito ou de secretário, mas as decisões do Comtur não mudam, isso nos oferece segurança para um planejamento sem descontinuidade”, completou o presidente da ABAV/SE., 

Reuniões

Desde sua recriação, o Comtur já realizou três reuniões ordinárias, sempre com quóruns elevados e intensos debates entre os seus membros, na busca de caminhos para o fortalecimento do turismo na capital.  

Reunido com a diretora do Departamento de Turismo (Deptur), Luciana Kariny, e a secretaria executiva do Comtur, Ana Cristina de Almeida, o secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo, Marlysson Magalhães, alinhou preparativos para a realização da 4ª Reunião Ordinária do órgão, prevista para acontecer na segunda quinzena de agosto. 

"Estamos finalizando os detalhes de pauta e questões operacionais para o nosso quarto encontro e nos próximos dias estaremos enviando a convocação para os membros do Conselho. Percebo que a cada dia estamos mais integrados na ideia de buscar, na somação de esforços e trabalho conjunto, as respostas que precisamos para fortalecer o turismo em nossa cidade”, refletiu o secretário.