YoutubeFacebookTwitterInstagram
GREVE DOS MÉDICOS
Por Agência Sergipe de Notícias | 07 de Jan de 2019, 17h32
Em meio à crise, Governo e Prefeitura de Aracaju reforçam parceria para melhorar assistência à saúde
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
7832e768616432a5

Belivaldo e Edvaldo se reuniram nesta segunda-feira, juntamente com equipes das Secretarias da Saúde

Nesta segunda-feira, 7, o governador Belivaldo Chagas se reuniu com o prefeito Edvaldo Nogueira para tratar da solução encontrada acerca da paralisação dos médicos que atendem nas unidades de saúde do município. Ao ser recebido pelo prefeito, o governador foi informado que o atendimento nas unidades de saúde será terceirizado. Participaram da reunião, o secretário de Estado da Saúde, Valberto Lima, acompanhado de sua equipe, bem como a secretária Municipal de Saúde, Waneska Barboza e sua equipe.

“Senti que esse era o momento de se fazer presente. O Huse esteve de portas abertas atendendo a população de Aracaju e do interior, mas não podíamos também ficar por muito tempo nessa situação. Nos últimos nove meses, tenho trabalhado, com toda minha equipe, para melhorar, humanizar o atendimento na rede de saúde e, em especial, no Huse. A realidade do Huse é outra, não temos mais aqueles corredores cheios de maca. Mas, ficamos preocupados que essa esse problema nas escalas médicas do município pudesse nos afetar. Deixamos aqui uma agenda pronta, para que outras reuniões existam para discutir a saúde em Aracaju e no estado. Estamos unindo forças para melhorar o atendimento, para que a população se sinta bem, e vamos trilhar por este caminho e resolver os problemas", declarou o governador.

O prefeito Edvaldo afirmou que, a partir de amanhã, 8, todos os serviços serão realizados por meio de um contrato emergencial com uma empresa que irá gerenciar o Hospital Municipal Nestor Piva (Zona Norte). “A partir de amanhã, toda a gestão daquela unidade passará a ser de uma empresa privada. Isso evitará problemas que temos com RPA e com todos os contratos que havíamos anteriormente. Não poderíamos fechar uma unidade como aquela, que inclusive estava aumentando a quantidade de pessoas que buscavam o Huse. Agradeço ao governador Belivaldo por, nesse momento, o Estado ter se colocado à disposição com a possibilidade de contratar médicos, o Huse foi importante para segurar a urgência e emergência. Aqui é exemplo de parceria de solidariedade, amizade entre governador e prefeito. Nossas equipes se reuniram e os secretários ficaram de marcar uma reunião, antes do dia 15 de janeiro, para discutir as portas de entrada e saídas da cidade de Aracaju e de Sergipe, para haver uma integração maior. A rede de Sergipe virará uma rede única”, explicou o prefeito Edvaldo Nogueira.

Ainda de acordo com Edvaldo Nogueira, o contrato emergencial deve durar seis meses, e a prefeitura acompanhará o desempenho da empresa por meio de uma comissão. Nesta manhã, a secretária municipal de Saúde, Waneska Barboza, declarou que a empresa responsável pelo gerenciamento do atendimento no Nestor Piva será a Centro Médico do Trabalhador LTDA. “Quanto à capacidade de gerenciamento, nós da gestão estamos tranquilos, pois a empresa possui know-how suficiente, uma vez que ela mesma já administrou outros hospitais, a exemplo do Huse. Além disso, ainda podemos garantir que com esse contrato, os custos de manutenção dos serviços para a prefeitura ficarão bem menores”, disse.

INTEGRAÇÃO

Na oportunidade, Belivaldo ressaltou a importância do trabalho integrado entre governo do Estado e prefeitura de Aracaju.  “Enquanto Estado, estamos à disposição para estreitar, cada vez mais, essa parceria. Porque o que importa é que a população de Aracaju e de Sergipe não venha a sofrer. Quando digo população de Sergipe é porque, às vezes, as pessoas pensam que a questão de Saúde relacionada ao município de Aracaju é única e exclusivamente de responsabilidade do município de Aracaju, mas não, nas unidades dele, também se recebe pessoas que vêm de Sergipe como um todo, como acontece no Huse. O que importa é a parceria, o bem-estar do cidadão”, destacou o governador.