YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aracaju
Por | 01 de Jun de 2020, 16h47
Liberado da Covid-19 pelas ciências médicas, Edvaldo sai da quarentena e retorna às atividades
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
757fb56e257e6e82

Edvaldo Nogueira: volta por cima e fé no poder da ciência

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PDT, retornou, na manhã desta segunda-feira, 1º, às atividades depois de cumprir o período de quarentena, estabelecido pelos órgãos de saúde, após ter contraído a covid-19 em testagem de 12 de maio. 

Em um vídeo publicado nas redes sociais, já em seu gabinete na Prefeitura de Aracaju, o gestor confirmou sua plena recuperação e a alta médica - ainda na quarentena ele disse à Coluna Aparte que se sentia um iluminista, em oposição às ideias de trevas que movem determinadas autoridades do país, e que não daria nenhum passo sem que não fosse pela bússola médica.

Mesmo em isolamento social, durante o período em que se manteve afastado, Edvaldo continuou trabalhando a partir da sua residência no comando das ações de enfrentamento ao coronavírus e na gestão geral da maio e cidade de Sergipe.

“Hoje é um dia muito importante, porque volto à Prefeitura de Aracaju após cumprir a quarentena, uma vez que contraí o coronavírus. Graças à Deus, superei a doença. Quero, em primeiro lugar, dizer que estou com as energias renovadas, com alegria e felicidade de ter vencido a doença. Quero também reafirmar o meu empenho para combater o vírus. Que possamos juntos enfrentar essa pandemia que tantos problemas têm causado à cidade, ao nosso estado, ao país e ao mundo. Vou continuar trabalhando diuturnamente para vencermos essa batalha”, afirmou.

Edvaldo agradeceu as inúmeras mensagens de apoio manifestadas pela população durante o período em que esteve em isolamento. "Este é um agradecimento especial às milhares de mensagens que recebi, pelas redes sociais, por telefone, e até por cartas que deixaram na portaria da minha residência. Todas as manifestações de carinho e de desejo para o restabelecimento da minha saúde, que hoje se concretiza, foram fundamentais. Quero, do fundo do meu coração, agradecer, porque vocês não sabem a diferença que fez essa corrente de orações, de bons fluidos. Essa corrente do bem me ajudou e me deu forças para superar de maneira efetiva a doença”, destacou.

O prefeito também reforçou o apelo para que os aracajuanos cumpram o decretos estabelecidos pelo município para garantir o distanciamento social e, consequentemente, contribuir para o controle da propagação do coronavírus na capital sergipana. "Estamos vivendo um momento muito difícil, mas que exige de nós um esforço gigantesco. Por isso, peço, mais uma vez, que fiquem em casa. Só saiam se for extremamente necessário, como é o caso de quem trabalha nos serviços essenciais. Vamos evitar aglomerações, cumprir as regras de higienização e, sobretudo, se precisar sair, usar a máscara. Somente assim poderemos evitar que a situação saia do controle", disse ele. 

"A Prefeitura tem trabalhado com o Governo do Estado para que possamos sair dessa fortalecidos, mas precisamos da colaboração de cada um de vocês”, reiterou.

Mesmo afastado da Prefeitura para cumprir o período de isolamento, determinado pelos órgãos de saúde para quem testa positivo para o coronavírus, o prefeito de Aracaju se manteve atuando fortemente, a partir da própria residência, no combate ao vírus em Aracaju. 


Além de liderar o Comitê de Operações Emergenciais - COE -, criado para o enfrentamento à pandemia, Edvaldo participou de uma videoconferência com o ministro substituto da Saúde, Eduardo Pazuello, onde foram apresentadas diversas reivindicações ao Governo Federal. 

O gestor aracajuano apresentou, ainda, as ações de Aracaju no enfrentamento ao coronavírus em um evento virtual do Banco Interamericano do Desenvolvimento - BID.