YoutubeFacebookTwitterInstagram
resiliência
Por Ascom do Município | 12 de Mar de 2020, 11h19
Prefeitura de Aracaju monitora locais impactados pelas chuvas e alta da maré
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
A665ffb9ecdc83e4

Com o volume de água, canais acabaram transbordando

As chuvas registradas na manhã desta quinta-feira,12, foram monitoradas pelas equipes da Prefeitura de Aracaju, especialmente nas áreas com influência da alta de maré. O acumulado chegou a 11.2 milímetros, nas últimas 6h, especialmente na região centro-sul da capital.

As equipes da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), por meio da Defesa Civil de Aracaju, estiveram nos principais pontos de alagamento para orientar a população e adotar as medidas cabíveis junto aos demais órgãos da gestão municipal. Também foram atendidos, prontamente, quatro chamados registrados por meio do número emergencial 199.

O secretário da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, informa que todas as equipes da Prefeitura de Aracaju estão atentas às demandas da população. "Todos os órgãos municipais envolvidos diretamente com o impacto das chuvas e da alta da maré monitoram as localidades mais afetadas. Estamos atentos aos chamados e adotando as medidas necessárias para minimizar os transtornos", garante Luís Fernando.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, major Sílvio Prado, o momento das precipitações coincidiu com o horário em que a maré esteve vazando. "O fato possibilitou que os impactos fossem minimizados, pois há um rápido escoamento das água, em virtude do trabalho preventivo que foi realizado pela Prefeitura de Aracaju para a recuperação do sistema de drenagem", pontua o coordenador.

Entre os pontos em que foram identificados alagamentos estão a avenida Barão de Maruim, Conjunto Lourival Batista, nas proximidades do canal, e a rua Acre. No bairro Jabotiana não foi identificado impacto provocado pela chuva, assim como não houve impacto nos bairros Santa Maria e 17 de Março.

"O Bugio permanece recebendo o monitoramento das equipes em virtude da influência da maré alta. Salientando que, hoje [quinta-feira, 12], essa maré começa a reduzir. A expectativa é de que atinja 2,3 metros, às 18h27", ressalta o coordenador da Defesa Civil, reforçando que a população vem sendo comunicada através de uma ampla campanha que envolve, inclusive o Serviço de Alerta por SMS- 40199.

As avenidas Acrísio Cruz e Anísio Azevedo, no bairro Treze de Julho, e outros pontos em que houve alagamento, tiveram o trânsito orientado pela SMTT, que viabilizou desvios para evitar riscos durante os horário de pico da maré e da chuva.

Os órgãos municipais atuam de maneira integrada para proporcionar uma rápida resposta à população. Estão envolvidos nesse trabalho a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), a Secretaria Municipal da Assistência Social, Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania, por meio da Defesa Civil, e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).