YoutubeFacebookTwitterInstagram
CRÍTICA
Por Assessoria do parlamentar | 01 de Nov de 2018, 17h04
Vereador Lucas Aribé desaprova corte de salário dos médicos por parte da PMA
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
76672269325830c7

Para Aribé, o prefeito está cortando o salário dos médicos como uma forma de maltratar a categoria

"A novela dos médicos continua e agora a situação se agravou porque a Prefeitura de Aracaju começou a cortar o salário de quem aderiu à greve e ainda não podem contrair empréstimo consignado", afirmou o vereador Lucas Aribé (PSB) na manhã dessa quinta-feira, 1, na tribuna da Câmara de Vereadores.

Segundo o parlamentar, o Poder Judiciário já informou que a greve dos médicos é legal e eles estão no direito de realizá-la. "O prefeito Edvaldo Nogueira está mais preocupado com reajuste da passagem de ônibus. Onde está o prefeito que o povo elegeu? Aquele que em 2016 foi às ruas dizer que iria fazer diferente, que era o prefeito que o povo estava esperando. Dizia também que a cidade estava sem prefeito, abandonada e que iria resolver os problemas de Aracaju", criticou.

Para Aribé, o prefeito Edvaldo Nogueira está cortando o salário dos médicos como uma forma de maltratar a categoria. "Que tal cortarmos o salário do prefeito, diante da morosidade de ações na capital aracajuana? No meu ponto de vista, essas atitudes são ditatoriais e não tenho outra maneira de expressar essas represálias forçando os médicos a acabarem a greve. Isso é um desrespeito com a classe que não tem a oportunidade de sentar e negociar com o gestor", enfatizou.