YoutubeFacebookTwitterInstagram
PROJETO DE LEI
Por Assessoria do parlamentar | 09 de Jun de 2018, 13h32
Em evento da OAB, Kitty fala sobre fim gradativo das carroças em Aracaju
O objetivo da proposta é pôr um fim aos maus-tratos contra os animais utilizados na tração das carroças
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
Bbc97094a7802c22

Kitty Lima durante evento (Foto: Ascom)

A vereadora Kitty Lima (Rede) foi uma das palestrantes do I Ciclo de Palestras sobre Direito Animal, que teve como tema “Animais: a perspectiva do Direito para além antropocentrismo”. O evento, promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB/SE), ocorreu na tarde da última quinta-feira, 6, e colocou em análise as noções gerais dos direitos dos animais. 

A parlamentar falou sobre o Projeto de Lei (PL), de sua autoria, que propõe o fim gradativo da circulação de carroças em Aracaju ao longo de seis anos. O objetivo da proposta é pôr um fim aos maus-tratos contra os animais utilizados na tração das carroças, evitar transtornos à mobilidade urbana da capital, o descarte irregular de resíduos sólidos no meio ambiente e oferecer meios para que os carroceiros possam se profissionalizar e oferecer melhor condição de vida à sua família.

“Foi um dia para enaltecermos a causa animal. Falei sobre os benefícios do projeto e a justiça social que ele traz porque ele não abraça apenas a situação dos animais que são explorados para a tração das carroças, mas também privilegia os carroceiros ao oferecer a possibilidade de mudança de profissão, uma iniciativa aprovada por aqueles que têm interesse em atuar em outras áreas como eletricista, carpinteiro ou trabalhar com reciclagem, por exemplo. Eles só precisam de um empurrãozinho e o projeto oferece justamente isso, além do curso de alfabetização tanto para eles, quanto para sua família. O objetivo desse projeto não é prejudicar ninguém, pelo contrário. Ele dá garantias de que os animais serão respeitados, assim como o meio ambiente preservado, contribuindo também com a mobilidade urbana da cidade”, disse Kitty. 

Outros pontos apresentados pela vereadora, abordados no projeto, foram a respeito do descarte irregular de resíduos da construção civil no meio ambiente e o código de proteção dos animais. “Esse encontro serviu para reforçarmos que é impraticável, irresponsável, ilegal e imoral a cidade de Aracaju permita a circulação de carroças. O Executivo Municipal precisa entender que ele é o principal agente e que precisa estar unido para conseguirmos a aprovação desse projeto, sem vaidades sobre quem é o idealizador dessa mudança, mas enxergando que o mais importante é fazê-la acontecer”, pontuou Kitty, que revelou o apoio que tem recebido quanto a iniciativa. 

“Tenho recebido apoio tanto da população, quanto dos próprios carroceiros que veem nele a possibilidade de dar uma melhor condição de vida para sua família. Durante o evento na OAB pude esclarecer muitas dúvidas e questionamentos sobre esse projeto e mostrar a importância dele em todos os aspectos”, comemorou.