YoutubeFacebookTwitterInstagram
HUMANIZANDO
Por Ascom PMA | 22 de Set de 2017, 15h06
Projeto “Rua Viva” modifica cenário do Centro de Aracaju
Está incluso na programação da Semana Nacional do Trânsito e do Dia Mundial Sem Carro, promovidos SMTT
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
Acd183e010fef7e0

Prefeitura avança no projeto Rua Viva

Na manhã desta sexta-feira, 22, os aracajuanos que transitam pelo Centro da cidade puderam contemplar um cenário diferente do habitual, com destaque para o meio ambiente. O motivo foi a realização do projeto "Rua Viva", incluso na programação da Semana Nacional do Trânsito e do Dia Mundial Sem Carro, promovidos pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), em parceria com a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb).

"A idéia foi humanizar o espaço urbano, através da intervenção paisagística, e provocar uma reflexão nas pessoas sobre a importância de utilizar outros meios de locomoção, a exemplo do transporte público e bicicletas, visto que nossa capital possui grande extensão de ciclovias", enfatizou o presidente interino da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.

A intervenção paisagística, instalada entre as ruas João Pessoa e José do Prado Franco, foi composta por cinco tipos de palmeiras, grama, fibras de coco, pedras, além de mais de 4 mil mudas de plantas ornamentais como dracena, icsória, tumbérgia e vinagreiro.  As ruas serão liberadas a partir das 14h. "Montamos uma verdadeira praça sob o asfalto, como forma de prestigiar o início da primavera. Queremos também com esta ação, despertar a conscientização sobre o meio ambiente em áreas urbanas", destacou o gerente de Áreas Verdes da Emsurb, Fabiano Augusto.

Encantamento

A aposentada Maria Ednalra Santos ficou encantada com o que viu e fez questão de dar uma pausa antes de seguir seu trajeto para fotografar a área. "Sou uma apaixonada por plantas e estou amando ver o centro da cidade assim. Passo por essa rua com frequência e hoje me deparei tamanha beleza. A Prefeitura está de parabéns", afirmou.

O sentimento de bem-estar diante da bela paisagem também foi compartilhado pelo vendedor Pedro Filho, que trabalha na localidade há mais de cinco anos. "Para mim, é ótimo porque posso circular melhor pelas ruas, já que tem muito mais gente passeando", avaliou.

Dia Mundial Sem Carro

O Dia Mundial Sem Carro nasceu em 1997, na França, e a ideia foi se espalhando por cidades de todas as partes do mundo, ao longo dos últimos 21 anos. A proposta é fazer com que a população pense em alternativas de mobilidade urbana, como bicicleta, ou optar pela caminhada, no caso de trajetos de curta distância. A data tem ainda a proposta de promover a reflexão sobre o impacto que o aumento do número de automóveis circulando pelas vias pode causar ao meio ambiente e, consequentemente, ao bem-estar da sociedade.