YoutubeFacebookTwitterInstagram
ATO CRISTÃO
Por Assessoria do Mandato | 12 de Outubro de 2017, 13h47
Divina Pastora será a padroeira de Sergipe, e Luciano Pimentel aprova lei para Dia da Santa
Católico e respeitador de todos os credos religiosos, Luciano Pimentel está em harmonia com o sentimento da Igreja
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
67c74ac1f1c66806

Luciano Pimentel: nada mais justo que a Divina Pastora

O deputado estadual Luciano Pimentel, PSB, reconhece como “acertada, justa e muito oportuna” a decisão da Igreja Católica Apostólica Romana, pela sua representação da Província Eclesiástica sergipana, de elevar Nossa Senhora Divina Pastora à condição de padroeira do Estado de Sergipe e dos sergipanos. 

O ato vai ser sacramentado com a entronização da santa no próximo domingo pelo arcebispo Dom João José Costa, quando será realiza a Procissão de Divina Pastora, uma das mais famosas do Estado há anos, que atrai milhares de sergipanos em peregrinação e manifestação de fé até o município que leva o mesmo nome da Santa.

“Somos um povo cristão, temos crença e devoção nas tradições, e nada mais justo do que uma Santa que desperta tamanha simpatia e carinho entre os sergipanos seja elevada ao posto de nossa padroeira do Estado”, diz o deputado.   

AÇÃO POSITIVA E ACEITÁVEL
Católico e respeitador de todos os credos religiosos, Luciano Pimentel está em harmonia com o sentimento da Igreja. “Eu acho esta ação da Província Eclesiástica, que é a junção das três Dioceses de Aracaju, de Estância e Propriá, muito positiva e muito aceitável do ponto de vista da fé do povo de Sergipe”, diz o padre Djavan Ribeiro.

“Para mim, isso é acontecimento religioso histórico que até chega muito atrasado. Eu pesquiso isso há alguns anos e sinto como absurdo que nós não tivéssemos oficialmente um padroeiro ou uma padroeira. Fico feliz que cheguemos à figura Santa de Nossa Senhora Divina Pastora”, diz Edinilson Guimarães, chefe do Cerimonial do Governo de Sergipe e uma figura que sempre esteve em contato com a Arquidiocese de Aracaju nesse tema. 

DIA OFICIAL PARA A SANTA
Em sintonia com o significado e a popularidade desta Santa para os sergipanos, o deputado estadual Luciano Pimentel fez aprovar esta semana na Assembleia Legislativa um projeto de lei instituindo o 14 de outubro como oficialmente o dia dela, determinando, inclusive, a inclusão no calendário cultural do Estado. 

“A Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe deve realizar, anualmente, no mês de outubro, uma sessão especial para comemoração do Dia de Nossa Senhora Divina Pastora, solidarizando-se com a comunidade católica e com a Arquidiocese de Sergipe”, diz o parágrafo segundo do projeto de lei. Resta agora ser sancionado pelo governador Jackson Barreto para que de fato virei lei.