YoutubeFacebookTwitterInstagram
SAÚDE
Por Ascom | 22 de Nov de 2017, 17h50
Dr. Gonzaga chama o governador para visitar o HUSE
Vereador fez um desabafo indignado
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
56358d178d5e8477

Vereador Dr.Gonzaga

O vereador Dr. Gonzaga (PMDB) utilizou como base a matéria publicada no Jornal da Cidade, edição de hoje, na qual o vereador Isac (PCdoB) afirmou que irá instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo investigar a situação da saúde em Aracaju, especialmente para apurar as informações referentes ao repasse de recursos feito pela Prefeitura de Aracaju aos hospitais filantrópicos que exercem atividades do Sistema Único de Saúde (SUS), como o Hospital Cirurgia e o Hospital Santa Isabel.

Dr. Gonzaga, que também é médico aproveitou a ocasião para fazer um desabafo indignado em relação ao atendimento prestado por esses hospitais. “É uma vergonha o descaso que acontece nesses hospitais, que um dia para o atendimento, depois retorna, depois para novamente, esquecendo que lidam com vidas humanas, que podem morrer a qualquer momento desses impasses”, lamentou.

O parlamentar se mostrou preocupado também com a situação do Hospital João Alves Filho (HUSE), onde o atendimento é cada vez para decadente e indigno para qualquer ser humano. O vereador disse que frequenta o hospital diariamente, sempre sendo chamado em desespero pelas famílias, em busca de uma ajuda, porque normalmente seus familiares estão lá abandonados, sem receber tratamento e nem sequer uma informação. “Só esta semana fui ver quatro pacientes, duas já morreram, e as outras estão lá jogadas, uma com câncer de intestino, que é um câncer fatal, e outra com câncer gástrico”, explicou.

Cansado do jogo de empurra e empurra de um médico para outro, sem nenhum comprometimento com o paciente, Dr. Gonzaga pediu ao governador Jackson Barreto, que o convidasse para irem juntos fazer uma visita ao hospital, de ala em ala, e presenciar o sofrimento e a vergonha que as pessoas estão sendo submetidas no hospital, sem nenhuma atitude por parte dos seus dirigentes. “O governador é do PMDB, mesmo partido que o meu, e tenho certeza de que ele irá me acompanhar nessa visita e se indignar tanto quanto eu com a situação das pessoas de bem que lá se encontram”, disse, esperançoso o vereador.