YoutubeFacebookTwitterInstagram
DENÚNCIA
Por Ascom | 19 de Fev de 2018, 16h56
Ezequiel: prefeita de Capela não pode cobrar transporte para estudantes
Segundo ele, desde o começo da gestão que a prefeita tenta cobrar o transporte dos alunos
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
5187369e61488932

Ex-prefeito criticou postura da gestora (Foto: arquivo pessoal)

O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR), vem a tona para sair em defesa dos alunos do município que estudam ou fazem estágio em Aracaju, e que estão sem o transporte escolar desde o início do ano, por uma decisão da prefeita Silvany Sukita. Ezequiel citou as reuniões e manifestos que estão ocorrendo contra a desastrosa gestão e entende que a prefeita não pode cobrar o transporte dos estudantes.

Semana passada a Comissão dos Estudantes Técnicos e Universitários de Capela conseguiu o apoio da Promotoria na denúncia formulada contra a prefeita Silvany Sukita que, simplesmente, cortou o transporte dos alunos que estudam ou fazem estágio na capital. Ezequiel lembrou que no sábado (17), estudantes, pais, advogados e representantes da sociedade capelense participaram de uma reunião.

Na oportunidade a Comissão detalhou a denúncia feita ao MPE e o entendimento da procuradoria e foram traçadas as diretrizes para a reunião que está agendada com a prefeita para esta terça-feira (20), a partir das 9 horas, na Câmara Municipal. Ezequiel Leite assegurou o transporte gratuito para os estudantes até o final de sua gestão, em dezembro de 2016.

“Vejam a falta de responsabilidade da prefeita de Capela: desde janeiro que os estudantes do município estão sem transporte escolar para Aracaju. Comenta-se que alguns estudantes já foram reprovados por faltas e outros estão perdendo seus estágios. Essa é a prova maior da falta de compromisso dessa gestão que, em mais de um ano, tem como principal marca as festas e eventos financiados com dinheiro público”, criticou o ex-prefeito.

Ezequiel entende que o movimento dos estudantes é apartidário e que a prefeita deve não apenas receber a Comissão, como recuar na proposta de cobrar o transporte escolar. “Existe uma lei municipal de 1997 garantindo o transporte para os alunos dos cursos técnicos e profissionalizantes, mas ainda assim a prefeita fez o corte. É a primeira vez, em 15 anos, que uma prefeita de Capela suspende o transporte dos técnicos e universitários para Aracaju”.

Por fim, o ex-prefeito lembrou que desde o começo da gestão, em 2017, que a prefeita tenta cobrar o transporte dos estudantes. “A pressão foi grande e recuaram. Agora querem que os estudantes formem uma Associação para que os alunos paguem a metade do serviço que deveria ser público. A prefeita Silvany diz que eu falo inverdades, mas foi ela quem assumiu o compromisso do transporte gratuito na campanha junto aos estudantes. Não cumprem nem o que assinam. Uma vergonha!”