YoutubeFacebookTwitterInstagram
Metástase
Por MPSE/Gaeco | 12 de Set de 2019, 08h18
MP deflagra 3ª fase de operação em Aracaju e Dores
Ação tem como foco principal o aprofundamento de provas contra o grupo que atuava na gestão do Hospital de Cirurgia
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
C84eb5cf5f60a151

A investigação é sobre crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro

O Ministério Público do Estado de Sergipe - MPSE - , por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado - Gaego -, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 12, a terceira fase da Operação Metástase, com o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão.

A ação acontece em Aracaju e Nossa Senhora das Dores – no centro e zona rural -, e tem como foco principal o aprofundamento de provas contra o grupo que atuava na gestão da Fundação Beneficente Hospital de Cirurgia.

A operação é conjunta com o Comando de Operações Especiais - COE - e o Departamento de Combate ao Crime Tributário e Administração Pública - Deotap. A investigação é sobre crimes contra a administração pública, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A primeira fase ocorreu em 24 de julho de 2018, em Aracaju e Nossa Senhora das Dores, quando então diretores da Fundação Beneficente foram detidos. Eles ganharam liberdade no dia seguinte após pagamento de fiança. Hoje, o Hospital está sob a intervenção judicial, tendo à frente Márcia Guimarães, servidora da Secretaria de Estado da Saúde.