YoutubeFacebookTwitterInstagram
INVESTIMENTO
Por Ascom MPE/SE | 02 de Mai de 2018, 10h14
MP melhora estrutura de Grupo de Combate à Corrupção
Foram entregues ao Departamento dois veículos, 45 rádios digitais e 15 motocicletas
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
01cb9de10ce9e76c

Entrega de equipamentos ocorreu na segunda-feira, 30 (Foto: Hebert Ferreira)

Na manhã do dia 30, na sede do Ministério Público de Sergipe, o procurador-geral de Justiça José Rony Silva Almeida entregou veículos e equipamentos que incrementarão o trabalho realizado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO e pelo Gabinete de Segurança Institucional – GSI.

Numa solenidade informal realizada na sede do MP sergipano, o PGJ disponibilizou dois veículos básicos tipo Caminhonete Picape, da marca Ford Ranger; Cor Preta; Tipo 4X4, com Cabine Dupla; Transmissão Automática, Combustível a Diesel, Kit Multimídia. Além dos veículos, GAECO e GSI contarão, agora, com 45 rádios digitais munidos de display e GPS; um rádio fixo digital; dois rádios móveis veiculares digitais com GPS e mais 15 motocicletas Yamaha, modelo Fazer 250 – street. As motos possuem alimentação Flex, antena corta pipa, protetor dianteiro para motor e baú de 45 litros com bagageiro.

O MP cumpre mais um compromisso com a sociedade no combate à corrupção e ao crime organizado”, pontuou o PGJ. Ele informou que um veículo será usado pelo GAECO, auxiliando nas investigações de combate ao crime organizado e improbidade administrativa, e a outra Ford Ranger ficará à disposição do GSI. “Estamos investindo também na segurança institucional. Caso haja ameaça contra membros e servidores da nossa casa, o veículo se deslocará, com uma equipe qualificada, para dar a proteção necessária”.

Rony Almeida informou, também, que os rádios digitais serão muito eficientes. “Também no quesito segurança institucional, os rádios digitais servirão para uma comunicação rápida e eficiente entre polícia e MP para que, em caso de necessidade, membros e servidores ministeriais possam se sentir amparados e protegidos,” salientou o PGJ ao falar sobre um convênio celebrado entre MP e Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – CIOSP e sobre a facilidade de acionar a força policial necessária para fazer frente a um evento danoso, atual ou iminente.

Além disso, os rádios digitais serão usados pelas Promotorias de Justiça de todo Estado, pela PGJ, pelo GAECO, GSI. Através de uma rede de rádio integrada, os rádios viabilizarão a comunicação instantânea entre os setores, ponto a ponto, 24 h por dia, monitorada por uma estação fixa, localizada na sede do MP sergipano.

As 15 motocicletas serão somadas a outras adquiridas anteriormente pelo MP, permitindo a individualização das Promotorias, que passarão a contar cada uma com sua moto. As yamaha 250 serão utilizadas pelo policial militar lotado na Unidade, otimizando a tramitação de procedimentos administrativos, a exemplo da facilitação da execução de procedimentos preparatórios, inquéritos civis e reclamações, haja vista que as respectivas requisições, notificações e demais atos de intercâmbio procedimental poderão ser realizados em tempo hábil, tornando mais eficiente a prestação de serviços à coletividade sergipana.

Os diretores do GAECO e GSI, promotores de Justiça, Bruno Melo e Luiz Alberto Moura Araujo, respectivamente, receberam os equipamentos e agradeceram o comprometimento e o esforço da Procuradoria Geral de Justiça. Ambos comentaram que o trabalho do GAECO e GSI serão reforçados com equipamentos de alta tecnologia, bem como pelo apoio de servidores que estão á disposição das Unidades. “Nossa obrigação é retribuir, fortalecendo as atribuições dadas ao GAECO e ao GSI”, comentaram.

Nossa pretensão é estruturar, cada vez mais o MP e com isso, contribuir para uma visão mais ampla e sistêmica do atos de corrupção, bem como para a facilitar o mapeamento dos esquemas ilícitos que se repetem no nosso Estado e Município”, disse o PGJ Rony Almeida.