YoutubeFacebookTwitterInstagram
Atenção
Por Ascom | 25 de Mai de 2020, 17h50
Zezinho Sobral alerta para baixo estoque no Hemose
E estimula doação de sangue
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
9bdc3504fed456af

Para Zezinho Sobral, em meio à pandemia é preciso fortalecer a fraternidade

Atento às ações de enfrentamento e de combate ao coronavírus, o deputado estadual Zezinho Sobral, Podemos, relembra à população a necessidade de fortalecer o estoque de sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). O sangue coletado no hemocentro é destinado para o abastecimento de toda rede pública de saúde.

O parlamentar alerta que, de acordo com informações do hemocentro, nas últimas semanas houve uma redução de 50% no número de doações e os tipos mais mais solicitados pelos hospitais são: O e A positivo. “Existem muitos sergipanos internados com diversas patologias e precisando de sangue. Segundo o Hemose, os estoques estão baixos. E neste momento de pandemia, todos os grupos sanguíneos são necessários: O, A, B e AB positivo e negativo”, afirma o parlamentar.

“Após a coleta, o sangue passa por um rígido protocolo e diversas análises em laboratório para verificar doenças como Hepatites A, B e C, doença de Chagas, dentre outras. Em seguida, o sangue total é fracionado em concentrado de plaquetas, hemácias e plasma. As plaquetas têm validade de 5 dias. As hemácias, de 42 dias. Já o plasma por durar até 2 anos. Por isso que é necessário manter o estoque ativo para atender toda a demanda hospitalar”, pontua Zezinho Sobral.

Nesta pandemia, o deputado enfatiza a importância do isolamento social e outras medidas preventivas para desacelerar a propagação da Covid-19. Para evitar aglomerações e garantir a segurança de funcionários e dos doadores, o Hemose disponibiliza o serviço de agendamento para doação de sangue através dos telefones (79) 3225-8039 e 3259-3174.

“A doação é agendada, obedecendo todas as normas de segurança estabelecidas pelos órgãos de saúde. O Hemose desenvolve um grande trabalho de mobilização para atrair novos doadores. É fundamental que os doadores fidelizados continuem colaborando com o serviço para garantir o fluxo de abastecimento desse item vital e que salva muitos irmãos que estão na rede pública neste momento. É tempo de fortalecer a fraternidade”, reforça Zezinho Sobral.