YoutubeFacebookTwitterInstagram
São Cristóvão
Por Ascom | 01 de Jun de 2018, 12h59
Valorização das tradições locais marca abertura dos festejos juninos
Evento ocorreu na noite dessa quinta-feira, 31, no Centro Histórico
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
1659b0dc4233ef2c

Prefeitura Municipal prioriza São João tradicional (Foto: Márcio Garcez)

Meia-noite de 31 de maio. Após as badaladas do sino da Igreja do Amparo e a Oração do Bendito, na Praça do Carmo, sede, as Caceteiras do Mestre Rindú abriram o São João de São Cristóvão. Como disse Acácia dos Santos, coordenadora do grupo folclórico, agora é festa o mês inteiro. “É muito importante manter as manifestações do povo, a alegria, os festejos. Estamos muito contentes, porque a Prefeitura entende a importância e apoia as nossas tradições."

É mais do que apoio. A Prefeitura Municipal de São Cristóvão respeita e valoriza a produção do seu povo e reconhece a importância da cultura para a formação da identidade social do município. “Vai ser um São João nos moldes tradicionais, com arraial, apresentações de quadrilha e muito forró. Vamos preservar o trio pé de serra e as bandas que seguem esse estilo. É com muita alegria que estamos atendendo ao pedido do prefeito Marcos Santana para que a tradição do São João seja retomada na cidade”, frisou o presidente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fundact), Gaspeu Fontes.

Segundo o presidente da Fundact, toda a programação do “São João da Tradição”- tema da festa- foi pensada com o intuito de resgatar e preservar essa história popular. “As celebrações deste ano vão homenagear Valdemar Resende Matos, do tradicional Arraial de seu Valdemar. O local era o ponto de partida e chegada do ‘Casamento de Tabaréus’, quando se dava início ao forró, ápice da quadrilha”, explicou Gaspeu Fontes.

Orgulho e encanto

Uma mostra do que junho reserva foi vivenciado na noite dessa quinta-feira, no Centro Histórico, na abertura dos festejos. Forró, história e tradição encantaram todos que prestigiaram o evento. A professora Alane Almeida parabenizou a atual gestão por reacender a festa de São João no município. “Está tudo maravilhoso. Respeito às manifestações locais, ao povo que faz a cultura da nossa cidade, segurança e alegria num só lugar. Temos que nos orgulhar do que produzimos, e é isto que os festejos juninos de São Cristóvão valorizam”, argumentou.

Alane levou a sobrinha Brenda Maria Almeida, 13 anos, para participar da festa e conhecer, desde cedo, um São João de tradição. “Estou adorando, porque estou vendo o que minha cidade tem, as coisas bonitas que existem aqui.  Sem falar na alegria. Muito bom”, garantiu.

Difícil, realmente, não se contagiar.  Na Praça da Matriz, Ednaldo do Acordeon e seu trio pé de serra deram o tom da alegria. Enquanto isso, as Caceteiras do Mestre Rindú seguiram em cortejo pelo Centro Histórico, anunciando os festejos e convidando para festa. Cá e lá, o estouro dos fogos confirmaram: junho chegou, trazendo consigo toda a tradição do povo nordestino. Depois de alguns anos sem constar no calendário estadual de shows e eventos do período, a Prefeitura Municipal de São Cristóvão resgata, junto com seu povo, as comemorações da época. Então, é hora de reverenciar: viva a São Antônio, São João e São Pedro. Viva a cultura popular!

Programação

Dia 16 de junho
Rosa Elze (Praça Horácio de Souza Lima)
19h - Feira São Criativos (e  comércio de ambulantes)
20h - apresentação de quadrilha junina
21h - Jailson do Acordeon
23h – Brasões do Forró
01h – Zé Tramela
 
Dia 22 de junho
Centro Histórico (Estação Ferroviária)
19h - Feira São Criativos (e comércio de ambulantes)
20h – apresentação de quadrilha junina
20h30 – Tatua do Forró
22h30 – Trio Geração
00h30 - Adalvenon e Andrezza
 
Dia 23 de junho
Centro Histórico (Estação Ferroviária)
19h - Feira São Criativos (e comércio de ambulantes)
20h – apresentação de quadrilha junina Meu Xodó
20h30 – Robertinho dos Oito Baixos
22h30 – Lucas Campelo
00h30 – Zé Tramela
Dia 24 de junho
Centro Histórico (Estação Ferroviária)
14h - concentração com trio pé de serra do Casamento Tabaréu no Alto da Divinéia
16h - saída em cortejo pelas ruas da cidade
17h - Feira São Criativos (e comércio de ambulantes)
17h30 - encenação do Casamento Tabaréu
19h – Os Brasas Nordestinos
21h - Joba e Forró Rala Coxa
23h - Os Pé de Cana
 
Dia 28 de junho
Centro Histórico (Estação Ferroviária)
19h - Quermesse com artesãos e ambulantes
20h - apresentação de quadrilha junina Meu Xodó
20h30 – Tonho Baixinho e Trio Ave Rara
22h30 – Julico e Banda
00h30 - Robson Batinga
Dia 29 de junho
Centro Histórico (Estação Ferroviária)
19h - Quermesse com artesãos e ambulantes
20h - apresentação de quadrilha junina Meu Xodó
20h30 – Fecho de Lenha
22h30 – Chiquinho do Além Mar e o Forró de Mala e Cuia
00h30 - Ritmo do Acordeon