YoutubeFacebookTwitterInstagram
TOMOU POSSE
Por Ascom | 06 de Set de 2018, 10h16
Vereador Pedro da Lagoa (PT) é o prefeito interino de Riachão do Dantas
Com o afastamento da prefeita Gerana Costa e do seu vice Luciano Gois, no último dia 29 de agosto, o parlamentar assume o mandato até julgamento do processo
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
5a4d6243156ab7fa

Solenidade ocorreu na noite desta quarta, 5

Em sessão solene realizada na noite desta quarta-feira, 5, a Câmara de Vereadores do município de Riachão do Dantas, no Centro-Sul do Estado, deu posse ao prefeito interino, vereador e presidente do Legislativo Pedro Santos Oliveira, o Pedro da Lagoa, filiado ao Partido dos Trabalhadores, PT.

Com o afastamento da prefeita Gerana Costa, PT do B, e do seu vice Luciano Gois, por determinação do Tribunal Regional Elitoral - TRE/SE - no último dia 29 de agosto, o parlamentar assume o mandato até julgamento do processo em questão ou a realização de novas eleições o que por Lei, pode ocorrer dentro de até 45 dias.

Perfil

Nascido no povoado Lagoa, na zona rural daquele município, Pedro da Lagoa é funcionário público, tem 46 anos, casado, pai de duas filhas, está em seu segundo mandato como vereador. 

Durante seu primeiro mandato, em 2010, ele já havia experimentado o poder executivo em razão ao afastamento do então prefeito Laelson Meneses, PT do B, marido da prefeita Gerana Costa.

Nas eleições de 2012, Pedro da Lagoa foi candidato a vice-prefeito na chapa do candidato Ruy Vieira, PSC, porém foram derrotados por Ivan Macedo, PSD . 

Planos emergenciais

“Não posso dizer que estava preparado para esta nova missão, mas sou daqueles que preferem o fracasso ao tédio. Penso que devemos ressalvar o esforço e a dedicação impregnada pela justiça eleitoral que deu um basta nos desmandos que há tempos ocorriam neste município”, salientou Pedro. 

Em coletiva a imprensa, o prefeito interino afirmou que seu primeiro compromisso é reorganizar os principais órgãos do município, e garantir o total restabelecimento do atendimento à população que, segundo o mesmo, foi praticamente suspenso desde que o caos se instaurou na administração de Riachão há uma semana. Para tanto, roga aos servidores que retomem aos seus postos de serviço nesta quinta-feira(6). 

Dos dez edis restantes que compõe o Legislativo de Riachão, sete compareceram ao plenário e se revezaram na tribuna em discursos de apoio a gestão novo prefeito: . Respectivamente Tarcísio Almeida (PMDB); Junior Lopes (PMDB); Ninito do Curralinho (PTC); Galego da Samba (PSD); Albertino Franco (PROS); Genaro de Bodó (PSB) e Edson de Euripes (PR) que assume a presidência da mesa diretora durante o mandato do colega Pedro.