YoutubeFacebookTwitterInstagram
Lava Jato
Por Agência Brasil | 08 de Ago de 2019, 13h17
Eike Batista é preso novamente pela PF no Rio
Pedido foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
Fc58313bda59ef5e

Prisão de Eike Batista faz parte da Operação Segredo de Midas

Agentes da Polícia Federal cumprem hoje, 8, mandado de prisão do empresário Eike Batista. A ação é parte da Operação Segredo de Midas, deflagrada na manhã de hoje, como desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro. O pedido de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal.

Condenado a 30 anos por corrupção ativa e lavagem de dinheiro, o empresário foi preso em janeiro de 2017. Três meses depois, o Supremo Tribunal Federal - STF - determinou que Eike cumprisse a pena em casa.

Na operação de hoje, a Polícia Federal também cumpre mandado de prisão contra outra pessoa ligada a Eike, além de quatro mandados de busca e apreensão. Segundo a PF, o objetivo é buscar provas sobre manipulação de capitais e lavagem de dinheiro.

DEFESA

Em nota, o advogado de Eike Batista, Fernando Martins, informou que a prisão temporária do empresário foi decretada “para que ele fosse ouvido em sede policial sobre fatos supostamente ocorridos em 2013”. Segundo ele, se trata de uma prisão “sem embasamento legal”.

O advogado confirmou que Eike foi preso em casa e já se encontra na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil