YoutubeFacebookTwitterInstagram
CORRUPÇÃO
Por VEJA.COM | 21 de Ago de 2017, 16h04
Janot denuncia Jucá na Operação Zelotes
Segundo jornal, acusação foi apresentada ao STF em inquérito que investiga o líder do governo no Senado por suposto favorecimento ao Grupo Gerdau
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
114a57f9b7e1cbf1

O senador Romero Jucá durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça do Senado para a leitura do seu parecer sobre o projeto de lei de Reforma Trabalhista - 21/06/2017 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou nesta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo do presidente Michel Temer (PMDB) no Senado. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a denúncia foi feita em um inquérito da Operação Zelotes, que investigava se Jucá e outros dois parlamentares beneficiaram o Grupo Gerdau por meio de uma medida provisória em troca de doações eleitorais.

O inquérito é relatado no STF pelo ministro Ricardo Lewandowski, que deve levar a denúncia à Segunda Turma do Supremo, à qual caberá decidir se aceita ou não a acusação e torna Romero Jucá réu. Além do peemedebista, são investigados no mesmo inquérito os deputados federais Alfredo Kaefer (PSL-PR) e Jorge Côrte Real (PTB-PE). A investigação corre em sigilo no STF.

A medida provisória que teria beneficiado o Grupo Gerdau é a 627, de 2013, que trata da tributação do lucro de empresas multinacionais no exterior. Relatada por Jucá e sancionada em 2014 pela então presidente Dilma Rousseff (PT), a MP recebeu emendas de Kaefer e Côrte Real que, de acordo com as investigações, beneficiaram a siderúrgica.