YoutubeFacebookTwitterInstagram
Saúde
Por Terra | 15 de Abr de 2020, 18h04
Ministro recusa pedido de demissão de Wanderson Oliveira
"Entramos juntos e sairemos juntos", diz Mandetta
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
3d9594f8aa338b23

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta: equipe só sai junta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta quarta-feira que não aceitou o pedido de demissão do secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Wanderson Oliveira, e destacou ao lado dele que a equipe que entrou junta vai sair junta.

"Vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos do Ministério da Saúde", disse Mandetta, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto ao lado de Wanderson e do secretário-executivo do ministério, João Gabbardo. "Por isso, eu fiz questão de vir aqui nessa coletiva de hoje".

Segundo Mandetta, que está ameaçado de demissão pelo presidente Jair Bolsonaro, a entrevista desta quarta-feira é mais uma "rotina" para o ministério, que tem feito boletins presenciais sobre a atuação da pasta no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. 

O ministro disse que, no período, os boletins têm sido apresentados por ele, Wanderson e Gabbardo, e que hoje não seria diferente. Mandetta classificou como "ruído" uma carta que Wanderson enviou a pessoas próximas mais cedo em que dizia que iria deixar o posto do ministério.

CASOS

BRASIL

28.320 casos confirmados e 1.736 mortes causadas pelo novo coronavírus. Até terça-feira, eram 25.263 casos e 1.532 vítimas fatais.

SERGIPE

Confirmados: 45
Aracaju: 36
Propriá: 02
Pacatuba: 02
Nossa Senhora da Glória: 02
Capela: 01
Itabaiana: 01
Simão Dias: 01

Negativados: 613

Receberam alta: 26

Óbitos: 04 

Fonte: Terra

(Dados de Sergipe atualizados em 13 de abril de 2020, às 20h54mim, pela ASN)