YoutubeFacebookTwitterInstagram
Reforma
Por Agência Brasil | 01 de Out de 2019, 07h06
Planalto espera aprovação da Previdência em primeiro turno
PEC será votada em plenário pelos senadores nesta terça-feira
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
D19ab75149ffcda9

Davi Alcolumbre acredita que reforma pode ter mais de 60 votos favoráveis 

O Palácio do Planalto manifestou confiança na aprovação, em primeiro turno, da Proposta de Emenda Constitucional - PEC - da reforma da Previdência no Senado Federal até a noite desta terça-feira, 1º.

"A nossa expectativa é muito positiva e esperamos que, de fato, amanhã nós já tenhamos encerrada essa primeira rodada da Nova Previdência, no âmbito do Senado e, logo em seguida, a segunda e, por fim, a sua aprovação final", afirmou na segunda-feira, 30, o porta-voz do governo federal, Otávio Rêgo Barros, em entrevista a jornalistas.

A reforma da Previdência deve ser o único item na pauta do plenário do Senado. Durante a manhã, a Comissão de Constituição e Justiça - CCJ - vai votar o parecer do relator da proposta, Tasso Jereissati, PSDB-CE, e a matéria deve chegar ao plenário a partir das 16h, para que a votação seja concluída até a noite ou, no máximo, até a quarta-feira, 2.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, DEM-AP, afirmou que a reforma da Previdência pode ter mais de 60 votos favoráveis na votação em plenário. São necessários 49 votos para que a Casa aprove mudanças constitucionais.

O segundo turno da votação em plenário deve ocorrer na terça-feira ou na quarta-feira da semana que vem, segundo a previsão de Alcolumbre, que se baseia em um calendário acertado entre lideranças partidárias da Casa.