Interviewer 9e83481dd7efcf8e

Reportagem Especial

Tanuza Oliveira

Compartilhar
Newspapper report dfcf102df1c879db

Lojistas esperam recuperar tradição de boas vendas neste fim de ano

Injeção dos recursos do 13º aliada às compras de produtos e serviços natalinos geram onda de otimismo no empresariado sergipano

O Natal é a principal época de venda para o comércio. A injeção dos recursos do 13º na economia associada às compras/serviços de fim de ano são a receita perfeita para gerar uma onda de otimismo no empresariado.

Otimistas, eles investem mais em seus negócios e, assim, atraem mais clientes, gerando um ciclo virtuoso que faz de dezembro o mês mais esperado do varejo. E este ano não está sendo diferente.

Apesar da crise, o setor espera manter a tradição das boas vendas.

“Essa época sempre foi a mais importante para o comércio, e ainda tem bastante força. É a esperança do empresariado”, afirma Hugo França, vice-presidente da Federação do Comércio, de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe – Fecomércio/SE.

2d2b4371f4dc4e67
O Centro de Aracaju fica tomado por consumidores e lojas também alteram horário
Newspapper report internal image 248b167fcd78a396
Hugo França: “Natal ainda tem bastante força. É a esperança do empresário”

CAUTELA

A visão crítica de Marco Pinheiro é mantida com relação ao próprio pagamento do 13º. “Há uma preocupação evidente se esse dinheiro chega a tempo para poder ser gasto em compras e serviços referentes ao ciclo natalino, mas o comércio sempre trabalha com expectativa, e nessa época ela é de um aumento de 5% nas vendas”, reforça.

Essa cautela é oriunda do período difícil que a crise financeira gerou na economia do país e, segundo Pinheiro, será refletida, também, no consumidor. “As coisas e serviços adquiridos serão mais simples, os presentes serão produtos mais em conta, que possibilitem a maior quantidade de pessoas ser agraciada”, analisa o presidente da Acese.

Apesar disso, ele reconhece que o momento é propício para diversos setores. “Outra área que também recebe um incremento razoável nessa época são os restaurantes, por conta das confraternizações e encontros empresariais. A preocupação é só se o Estado e o Município conseguirão pagar as folhas a tempo, mas a expectativa é muito grande para todos nós sempre que se aproxima o ciclo do final do ano”, destaca.

2e23c6ac996a2371
Marco Pinheiro: “Existe uma expectativa de toda a área comercial e do setor de serviços”

BONS INDICADORES

Brenno Barreto, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL – de Aracaju traz uma retrospectiva factual que, na opinião dele, dá sustentação à expectativa de um fim de ano promissor. Ele começa a trajetória lá no feriado de 12 de outubro, Dia das Crianças, onde, segundo ele, “já houve um leve crescimento nas vendas do comércio varejista sergipano”.

Para Brenno, o feriado já deu início a uma recuperação nas vendas desse segundo semestre de 2018. Depois, veio a Black Friday. “Fizemos grandes vendas nesse período. Em alguns setores, tivemos aumento de até 15%. É um ótimo indicador para que possamos ter como parâmetro”, reitera. Por tudo isso, segundo ele, as expectativas para dezembro são as melhores possíveis.

“É a maior venda do varejo e crescimento pode chegar a atingir 10% comparado a 2017, a considerar esses indicadores desde outubro”, opina Brenno Barreto. Além disso, o presidente da CDL revela que o Banese Card – cartão de crédito genuinamente sergipanos – chegou a atingir um acréscimo de 35%.

E não é só isso: “também não podemos deixar de lado a consulta ao SPC, nosso principal banco de dados, que também teve crescimento de quase 10%. A partir de todos esses indicadores, estimamos que teremos um Natal bastante positivo comparando a 2017”, atesta.

ADIMPLÊNCIA

Segundo Hugo França, da Fecomércio, outro aspecto importante do 13º é que ele possibilita a reinserção dos inadimplentes no mercado. “A primeira coisa que eles fazem é pagar os seus credores, principalmente o cartão, que tem juros muito altos. O restante vai para os presentes. Estando adimplentes, eles voltam a consumir”, argumenta.

Para França, isso não tem preço. “É uma vida nova, porque o ônus de ser um devedor é muito alto. Estar inadimplente é impagável, pois além de perder o crédito, a pessoa fica numa situação difícil, de total constrangimento até regularizar”, acredita ele.

Uma pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais – Ipead – comprova que pagar contas atrasadas e quitar dívidas serão prioridades para 25,77% dos entrevistados que receberão o 13º. Logo na sequência, o pensamento no futuro foi apontado por 18,56% de quem pretende poupar para outros fins.

Para Thaize Martins, coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento do Ipead, planejamento é a palavra-chave para quem quer começar o ano sem sufoco. “Pagar contas atrasadas e quitar dívidas é o mais recomendado. O ideal é que o recurso extra seja usado para sair de dívidas de cartão de crédito e cheque especial, que têm juros muito altos”, recomenda ela.

41e1176d01dc0349
Brenno Barreto: “Estimamos que teremos um Natal bastante positivo”

NOVO GOVERNO

O que também tem animado os empresários do setor é o governo do Brasil a partir do próximo ano, que terá à frente Jair Messias Bolsonaro. Para eles, dezembro marca apenas o início de uma nova era de boas expectativas, que se estende ao próximo ano e futuro governo.

“A expectativa com relação ao novo governo é grande. Nós passamos 14 anos recebendo o fel, quem escapou não morre nunca mais, porque não foi pouco o que os empresários sofreram durante todo esse período”, afirma Hugo França.

Para ele, o país tem potencial, “só precisa de homens sérios”. “Havia uma certa criminalização do empresário, sendo que ele é responsável pela geração de emprego e renda, de impostos. E nós estávamos vendo tudo isso ir pelo ralo da corrupção. Agora não. Agora estamos com novas perspectivas”, ressalta.

INDÚSTRIAS

Rodrigo Rocha é superintendente do Instituto Euvaldo Lodi - Núcleo Regional de Sergipe – IEL/SE –  e confirma o alinhamento do futuro governo com a classe empresarial, o que, obviamente, anima o setor. “Esse governo, especificamente, vem querendo reduzir burocracia, fazer uma simplificação do sistema tributário e a reforma da previdência... Tudo isso gera um cenário de otimismo”, resume Rodrigo Rocha.

De acordo com ele, a expectativa, portanto, é de 2019 seja um ano muito melhor do ponto de vista da economia. “Independentemente do governo em si, só em superar a crise política instalada no país desde 2015, já causa otimismo”, opina Rodrigo, que atua mais diretamente com o segmento industrial e assegura: o período também é bom para eles.

“A indústria tem um perfil diferente do comércio... A esta altura, a maioria das indústrias já produziu os produtos que serão vendidos nesse final de ano e estão apenas com a logística de entrega. Os olhares do setor industrial já estão voltados para 2019”, afirma. Segundo Rodrigo, o ano de 2018 já foi levemente positivo, e a expectativa para os próximos é ainda melhor.

Dffafb164184235d
Incremento do 13º é fator crucial nessas boas expectativas do setor

SHOPPINGS

De olho em quem procura um local mais prático e seguro para comprar os presentes de fim de ano, os shoppings sergipanos já se preparam para o período. O Shopping Jardins, por exemplo,  preparou uma decoração especial e uma programação com horários estendidos – que começaram no último sábado, dia 1º de dezembro. Desde então e até o dia 16, as âncoras e megalojas abrirão, de segunda-feira a sábado – exceto no dia 8 de dezembro, feriado da padroeira de Aracaju – das 9h às 23h e, aos domingos, das 13h às 21h.

Demais lojas mantêm o funcionamento, de segunda a sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, das 14h às 20h, sendo que as praças de alimentação, restaurantes e atrações de lazer funcionam, aos domingos, das 12h às 22h. No sábado, 8 de dezembro, as praças de alimentação, restaurantes e atrações de lazer abrirão das 12h às 22h; âncoras e megalojas das 13h às 21h; demais lojas e quiosques das 14h às 20h.

VÉSPERA E NATAL

De 17 a 22 de dezembro, o Shopping Jardins funcionará até as 23 horas. Âncoras, megalojas e grandes marcas abrirão às 9 horas. Demais lojas, quiosques, praças de alimentação, restaurantes e atrações de lazer, funcionarão das 10h às 23h, sendo facultativa a abertura às 9 horas.

Na véspera do Natal, 24 de dezembro, todo o shopping funcionará das 9h às 18h. Na terça-feira, 25 de dezembro, o restaurante Ferreiro e o Cinemark abrirão de acordo com as suas respectivas redes. Demais restaurantes, praças de alimentação, lojas e quiosques estarão fechados.

De 26 a 29 de dezembro, o Shopping Jardins funcionará em seu horário normal. Âncoras e megalojas abrirão das 9h às 22h; praças de alimentação, restaurantes, atrações de lazer e demais lojas e quiosques, das 10h às 22h. No domingo, 30 de dezembro, âncoras e megalojas abrirão uma hora mais cedo, funcionando das 13h às 21h; praças de alimentação, restaurantes e atrações de lazer, das 12h às 22h; demais lojas e quiosques, das 14h às 20h.

C2b6bf19017b3ae2
Rodrigo Rocha: “Tudo isso gera um cenário de otimismo”

PERMANÊNCIA MAIOR

No último dia do ano, 31 de dezembro, todo o shopping funcionará das 9h às 18h. No dia 1º de janeiro, as praças de alimentação, restaurantes e atrações de lazer abrirão das 12 às 22 horas. Demais lojas e quiosques estarão fechados e o Cinemark e GBarbosa obedecerão à programação de suas respectivas redes. 

“Com diversas atividades atrativas e o horário de atendimento estendido, a expectativa é de que as famílias aumentem o tempo de permanência no shopping, contribuindo para um bom resultado nas vendas. Estima-se que seja registrado um crescimento de 5 a 8% nas vendas em relação ao Natal 2017”, informou a Assessoria do Shopping. Agora, só resta saber se toda essa expectativa será alcançada. 

De12af577fc6f8db
Lojas do Shopping Jardins terão horário estendido durante o período

Shopping investe em atrações infantis

Até o dia 24 de dezembro, o Papai Noel recebe a visita de crianças e adultos no Shopping Jardins. De terça a sábado, das 13h às 21h, e aos domingos, segundas e feriados, das 14h às 20h, Papai Noel estará em seu trono, localizado no cenário do Natal Disney Júnior na Praça de Eventos 1, compartilhando alegria e amor com todo o público. Mas é importante ficar atento porque, de terça a sábado, das 16h às 17h, e domingos, segundas e feriados, das 16h às 16h30, ele estará ausente.

Até o dia 2 de janeiro de 2019, a garotada a partir de 4 anos também pode se divertir no Castelo da Princesinha Sofia, na gruta de “A Guarda do Leão” e participar da animada corrida do Mickey Aventura sobre Rodas. Sobre uma bicicleta, cada participante tem que pedalar para dar velocidade ao seu carrinho na pista, em uma empolgante competição.

Na Loja dos Sonhos, localizada em frente ao Café São Braz, crianças a partir de 3 anos curtem a Fábrica do Papai Noel e o Camarim Mágico e realizam atividades que estimulam a criatividade até sexta-feira (30). Menores de 3 anos também podem participar, mas devem estar acompanhadas por um adulto responsável.

Na Fábrica do Papai Noel, meninos e meninas dão asas à imaginação e personalizam graciosos enfeites de Natal. Já no Camarim Mágico, o look da garotada ganha um toque de fantasia e encanto com as belas pinturas artísticas. Pelas mãos das habilidosas maquiadoras, os pequenos transformam-se no animalzinho ou personagem favorito.

A Loja dos Sonhos funciona todos os dias das 12h às 20h. O acesso a cada uma das atrações tem o valor de R$ 15, com duração de 20 minutos. O combo com acesso para a Fábrica do Papai Noel e o Camarim Mágico custa R$ 25. Crianças menores de 3 anos podem participar, mas devem estar acompanhadas por um adulto.

Na Praça de Eventos 2, um charmoso cenário com piscina gigante de bolinhas, casinhas, escorregadores diverte meninos e meninas de todas as idades. O Mundo Mágico de Natal funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados, das 14h às 20h.

O ingresso custa R$ 20 e dá direito a 30 minutos de diversão de segunda à quinta-feira e a 20 minutos às sextas, sábados, domingos e feriados, sendo cobrado R$ 1 para cada minuto adicional. Crianças menores de 4 anos podem participar da brincadeira, mas devem estar acompanhadas por um responsável maior de idade.

0875b92cf46a81d0
Decoração temática é mais um atrativo para os clientes

ESPETÁCULO INÉDITO

Mas não são só as crianças que terão atrações específicas. O Shopping Jardins também trará o Universo Casuo, companhia artística criada por Marcos Casuo – brasileiro que protagonizou o show ‘Alegria’ do Cirque du Soleil. Para viver essa experiência única, basta ir ao Posto de Trocas instalado em frente ao Café São Braz a partir do dia 1º de dezembro, apresentar notas fiscais referentes a compras realizadas no Shopping Jardins e resgatar os ingressos.

Cada R$ 400 em compras efetuadas de 1º a 18 de dezembro dará direito a um par de bilhetes, sendo limitado a dois pares por CPF cadastrado. A promoção “Natal Shopping Jardins 2018” é válida no período de 1º a 18 de dezembro, ou enquanto durar o estoque de convites.

O espetáculo do Universo Casuo será apresentado em duas sessões ao ar livre no dia 19 de dezembro, no estacionamento D do Shopping Jardins, próximo à Riachuelo. No momento da retirada dos ingressos, o cliente deverá escolher entre o show das 17h30 ou 19h30.

3704bf4b880c2f94
Atrações infantis e adultas estarão disponíveis no centro de compras