Interviewer eabf89888450f505

Reportagem Especial

Tanuza Oliveira

Compartilhar
Newspapper report cb6d0f37fc7b98f9

Natal e mudança de ano: hora de arrumar mais a casa interior do que adornar a casa física

Religiosos de diversas correntes falam das liturgias dessas datas. “Não devemos ter uma esperança passiva, de ficar de braços cruzados esperando que as coisas venham dos outros ou do próprio Deus somente. Deus é fiel, faz a parte dele, mas nós também temos a nossa”, defende Dom João

Para os católicos, presença de Cristo. Para os evangélicos, confraternização entre os irmãos. Para os umbandistas, momento de paz e amor. Para os coachs, hora de conferir as metas... Cada pessoa tem sua própria forma de traduzir, definir o que representa essa época de Natal e mudança de ano, não é mesmo?

Mas é inegável que a maioria delas envolve votos de paz e união entre as famílias, amigos. Para Dom João José Costa, arcebispo metropolitano de Aracaju, a essência dessa data reside essencialmente aí o espírito natalino. “É muito mais importante arrumar a casa interior do que encher de adornos a casa física”, sentencia Dom João, do alto da sua teologia.

“Árvores de Natal, enfeites, bolos, panetones, tudo é importante. Mas não o essencial, que é verdadeiramente sentir a experiência de um Jesus que se encarnou e está dentro de nós”, completa o arcebispo. Segundo Dom João, o período é chamado tecnicamente de “Tempo do Advento”.

E6f7d212b6b48126
Para os cristãos, Natal é uma das datas mais significativas do calendário
Newspapper report internal image 71104ea47f5ae238
Dom João: “é muito mais importante arrumar a casa interior do que encher de adornos a casa física

ESTAR PREPARADO

Para Dom João, o grande convite do período natalino é, sem dúvida, o de viver em comunhão com Cristo. “Em nome dessa expectativa que alimentamos, a palavra de ordem é viver preparado, porque só Deus sabe o dia e a hora do novo encontro. Estar com Cristo nos momentos, seja de alegria ou tristeza, é muito importante”, reitera.

O pastor Eduardo Lima, da Igreja Universal do Reino de Deus, afirma que essa preparação passa, por exemplo, pela presença da família e da caridade. “Nesse período, as famílias se reúnem e a sociedade busca estar mais próxima do social. Essa busca faz acontecer muitos projetos importantes”, destaca Eduardo Lima.

Segundo ele, a Igreja tem o hábito e o propósito de incentivar seu povo a virar o ano na presença de Deus. “É época de buscar estar em Sua presença, apegados a ela, confiantes no sucesso do ano que vai chegar”, afirma.

LITURGIA PRÓPRIA

Período de cunho genuinamente cristão, o Natal traz uma nova rotina às Igrejas, que aderem à liturgia própria e específica. “Temos uma reunião especial no Natal, às 18h, com a Santa Ceia, e outra na virada de ano, às 22h, do dia 31”, revela o pastor.

A Igreja Católica também tem uma programação diferente. Muda, inclusive, a cor dos paramentos, que passa a ser roxa, ressaltando a dimensão penitencial. “Também não se canta o Glória nas missas. Existe toda uma liturgia voltada justamente para esse momento de deserto interior, de grande retiro e preparação”, reforça Dom João.

Dom João afirma que essa liturgia própria já orienta as pessoas a uma vida de oração, uma vida penitencial, uma boa preparação, assim como a uma boa confissão. “Porque temos nossas fraquezas, e o caminho oportuno é o da confissão, o de se colocar diante de Deus pedindo perdão e também procurar um ministro e fazer a confissão sacramental. Assim, é possível começar o ano novo se sentindo livre, com o coração limpo”, explica.

8ae4be2479d9dec3
Pastor Eduardo: “é época de buscar estar na presença de Deus”

ALÉM DE PRESENTES

Dom João chama a atenção para uma prática que já se institucionalizou: a de presentear familiares, amigos e outras pessoas próximas. “Dar um presente é importante. Mas o essencial é abrir o coração e acolher Jesus. Como falei, enfeites, ceia e confraternizações podem se somar, mas é o encontro verdadeiro com Deus que dá sentido a esse período”, reforça o arcebispo. 

A iaquererê - a segunda e eventual substituta da mãe de santo - Acácia Maria Santos, mais conhecida como Mãe Acácia, que atende no Bairro Rosa Maria, em São Cristóvão, também vê um sentido maior do que apenas presentear. “Nos reunimos para pedir paz para a humanidade e depois vamos para casa, viver o momento com nossas famílias”, ressalta.

Segundo Mãe Acácia, antes de romper o ano, todos se vestem de branco e acendem velas para os orixás. Rezam, pedem proteção. “Tem o cerimonial e depois vamos curtir com a família, como todos fazem”, reforça. De acordo com Mãe Acácia, dentro da sua religião, o momento é de transformação.

PREVISÃO DE MUDANÇAS

“Quando muda o ano, muda também o orixá. Quem vai reger o próximo ano é Ogum, senhor do caminho, orixá da guerra, mas que também transforma em paz, que é o que precisamos”, afirma. “A religião tem o culto, mas também o lazer, a família”, completa Mãe Acácia. 

De acordo com ela, o ano novo promete muita coisa boa, apesar das dificuldades que se apresentarão – inclusive, decorrentes do momento político. “As dificuldades serão grandes, a política está mostrando isso. Mas o que esperamos é que tenhamos um ano proveitoso, próspero, de paz e harmonia”, destaca.

Ainda nesse âmbito, Mãe Acácia aposta em mudanças significativas na área da saúde. “Sempre existem descobertas, estudos que já estão evoluindo, e teremos coisas boas nesse segmento. Elas virão a público e serão boas notícias, que beneficiarão as pessoas”, prevê.

B6e059abd21ad14c
Mãe Acácia: “quando a gente respeita e ama o outro, consegue melhorar o convívio e todo o resto”

ESPERANÇA ATIVA 

Mãe Acácia acredita que o ano novo pode ser de coisas boas, mas à medida em que as pessoas desejarem e praticarem o bem. “É preciso reconhecer nossa responsabilidade na construção de um mundo com respeito e amor ao próximo. Todos temos atribulações, mas agindo assim o que prevalece é a paz e o amor. Quando a gente respeita e ama o outro, consegue melhorar o convívio e todo o resto, inclusive o mundo à nossa volta”, assegura.

Dom João, arcebispo metropolitano de Aracaju, concorda. “Não devemos ter uma esperança passiva, de ficar de braços cruzados esperando que as coisas venham dos outros ou do próprio Deus somente. Deus é fiel, faz a parte dele, mas nós também temos a nossa. Cada um dando a sua contribuição, vamos construir um mundo melhor”, garante.

Segundo ele, o país está vivendo momentos tão difíceis, de tanta violência, tanta corrupção e maldade no meio da sociedade, que é preciso olhar com esperança, mas sempre nessa perspectiva de cada um contribuir para que o mundo seja a casa do bom viver. “Onde tosos possam viver com dignidade. Esse é o meu grande sonho”, completa Dom João.

ATITUDE

Para além dos religiosos, a coach Lívia Andrade Sampaio, que também atua como advogada, reconhece a importância da atitude para mudar a realidade. Lívia é uma das influenciadoras digitais sergipanas e surpreende exatamente por sua postura positiva e proativa diante das situações. 

“Tanto nessa época, de fim de ano, quanto nas outras é importante sim, refletir, colocar os planos em prática, rever suas metas, saber onde você quer chegar, ter noção de quem vai estar lá com você. As pessoas têm que parar de passar o ano inteiro desmotivadas e sem foco e deixar só para a última hora as metas que querem bater”, alerta Lívia.

Para a coach, é preciso ter em mente essas metas sempre. “Tem que pegar suas metas, escrever no papel e mês a mês monitora-las e realiza-las. Por isso, recomendo que as pessoas comecem o ano novo com muita motivação e esperança, com postura de vencedores, de pessoas que podem conseguir tudo que elas quiseram, absolutamente tudo. Porque só depende da gente”, ressalta.

C56f820400865842
Lívia Sampaio: “ser positivo é fundamental para que as coisas aconteçam: pensamentos positivos geram resultados positivos”

METAS E OBJETIVOS

Para Lívia Sampaio, quando as pessoas entenderem isso – esse poder realizador, não vão deixar ninguém colocar água fria em seus planos. “A motivação tem que partir de dentro para fora e é importantíssima. Ser positivo é fundamental para que as coisas aconteçam: pensamentos positivos geram resultados positivos”, garante.

Ou seja, segundo Lívia, não adianta querer que sua vida seja incrível, se você é uma pessoa negativa, pessimista, que acredita que tudo vai dar errado. “Porque o pensamento tem força, atrai. Mas poucas pessoas entendem isso, e ficam sabotando seus planos, acham que nada vai dar certo na vida, mas se você não acredita em você, quem vai? Fica a pergunta”, ressalta Lívia. E para você, o que representa essa época?

6594d60bedc12f70
Catedral de Aracaju tem programação espacial durante festividades de fim de ano

Dom João​

“Quero desejar a todos um Feliz Natal, que esse tempo realmente seja vivenciando com muita intensidade. Também quero convidar a todos para olhar com esperança para 2019. Que o ano novo seja repleto de graças, de bênçãos. Que aqueles que estão desempregados, que encontrem um trabalho; aqueles que estão doentes, que a saúde seja recuperada. Enfim, que seja um ano novo de paz, alegria, saúde, e bênçãos de Deus para todos.​

2b2d5e6db0430f1f
Dom João: "que o ano novo seja repleto de graças, de bênçãos"

Pastor Eduardo

“Estamos vivendo uma época de muitos conflitos, e eles estão existindo dentro dos lares, no convívio familiar, como situações mesmo de dentro de casa. Então, a mensagem é de mais amor, mais união, espírito fraternal, para que a família se mantenha de pé. E que espírito perdure”

435bf9c5d90337d0
Pastor Eduardo: "mensagem é de mais amor, mais união, espírito fraternal"

Mãe Acácia

“Dentro da religião, o momento é de transformação. Quando muda o ano, muda também o orixá. Quem vai reger o próximo ano é Ogum, senhor do caminho, orixá da guerra, mas que também transforma em paz, que é o que precisamos. Se a gente deseja e pratica o bem, o bem nos acompanha. Quando a gente respeita e ama o outro, consegue melhorar o convívio e todo o resto, inclusive o mundo à nossa volta. Que assim seja em 2019”

Ced3e84628e85f4e
Mãe Acácia: "quando a gente respeita e ama o outro, consegue melhorar o convívio"

Lívia Sampaio

“Que você se junte a pessoas que podem agregar projetos, planos, que trabalhe sua autoestima, que você pare de ficar só no mundo da imaginação e comece a monitorar o que você fez durante a semana e te ajudou a chegar onde você deseja em 2019, e seja aquilo que você sempre disse que ia ser. Se você não vive a vida que você quer, está vivendo a vida de quem? Comece 2019 acreditando em você, porque você é o seu melhor amigo, é o seu grande amor e seu maior incentivo. Acredite em você e verá que 2019 será o ano de mudança da sua vida”

B748b7a750d81b2a
Lívia Sampaio: "comece 2019 acreditando em você"