Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Belivaldo Chagas vai se filiar ao PSD na próxima semana; Gilberto Kassab reforçou convite
Compartilhar

Belivaldo Chagas: decisão é de ir para o PSD. Na foto, hoje com o Ministro Kassab em Brasília

O vice-governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, MDB, deve anunciar durante a próxima semana sua filiação ao PSD dos Mitidieri, de Jeferson Andrade e de Gilberto Kassab, no plano nacional. Esta eventual filiação ao PSD não pega ninguém de surpresa e nem pode ser considerada uma novidade.

Mas foi pré-definida na tarde desta quarta-feira numa reunião entre o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, Belivaldo, que é pré-candidato ao Governo de Sergipe pela base governista, e o deputado federal Fábio Mitidieri. A reunião foi em Brasília, na sede do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, do qual Kassab é o titular.

Belivaldo viajou a Brasília exclusivamente para ouvir de perto o convite nacional reforçando a convocação feita pela base local. Respeitando as realidades sergipanas, os demais parceiros partidários e a sua relação com o MDB e com Jackson Barreto, Belivaldo Chagas só fará o anúncio depois de consultar cada líder partidário e de conversar com Jackson Barreto.

“Na reunião que tive com Gilberto Kassab, ele reafirmou o convite que o partido em Sergipe já havia me feito. Eu lhe informei que a partir desta quinta-feira, se tiver condições, vou conversar com o governador, na segunda-feira conversarei com os presidentes de cada partido do nosso arco de aliança e a partir daí eu oficializarei a minha ida ou não ao PSD, a depender das reações”, disse Belivaldo a esta coluna.

Mas Belivaldo Chagas estima que “não haverá reação restritiva” à sua mudança de sigla. “Eu não vejo nenhuma reação negativa. Mas eu não quero ter problema e daí conversarei com todos. Vou ligar de um por um para cada presidente de partido a partir do começo da semana, para dizer o que ocorreu na visita ao presidente nacional do PSD, ratificando o convite que fora feito pelos Mittidieri e por Jeferson Andrade, e partir daí eu tornarei pública a minha decisão”, disse Belivaldo.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.