Aparte
Reabertura da Fafen “traz muita esperança para Sergipe”, diz Laércio Oliveira

Laércio Oliveira: “A hibernação da Fafen era um contrassenso diante das perspectivas do novo mercado do gás”

O deputado federal Laércio Oliveira, PP, afirmou que logo após o arrendamento das Fafens de Sergipe e Bahia pela empresa Proquigel Química S.A., realizado na última quinta, o próximo passo da empresa é a reconstrução da unidade.

“A empresa vai assumir o controle do imóvel, vai fazer os preparativos iniciais para que num curto espaço de tempo a fábrica volte a operar. Não significa que será em 60 ou 90 dias. É uma planta muito complexa. Antes de reabrir a Fafen, será realizada uma série de estudos. Mas é um momento que traz muita esperança para Sergipe”, explicou o parlamentar.

De acordo com o deputado, Sergipe tem todas as condições de oferecer o pleno funcionamento para a indústria. “Existe ainda um dever de casa a ser feito. Não é a empresa assumir ontem e já reabrir a fábrica. Ainda há um preparativo para que os equipamentos voltem a funcionar”, observa ele.

“Mas as coisas vão acontecer. Aquele entorno com toda a cadeia produtiva, vai voltar a funcionar”, explicou o deputado. Laércio acrescenta que a empresa que agora assume a Fafen é privada e por isso serão contratados novos funcionários para trabalhar.

“Essa empresa vai trabalhar com controle de custo de pessoal, de insumo para composição do preço final para tornar o produto competitivo para o mercado. É uma equação que a empresa tem que fazer para sobreviver”, explica.

“A hibernação da Fafen era um contrassenso diante das perspectivas do novo mercado do gás a ser explorado em breve no Estado, sobretudo a partir da entrada em operação da termelétrica no município de Barra dos Coqueiros. Nosso momento é de trabalhar pela atração de indústrias com base nesse importante insumo. A Fafen fechada acenava na direção contrária. Felizmente, isso foi resolvido”, sustenta o parlamentar.

O arrendamento é pelo período de dez anos, renováveis por mais dez. O negócio envolve R$ 177 milhões. A Proquigel é subsidiária da Unigel, cujas principais linhas de produtos são acrilonitrila, metacrilato, produtos para mineração e fertilizantes, sendo a maior produtora nacional de sulfato de amônio.

A Unigel é uma empresa 100% brasileira e uma das maiores indústrias petroquímicas do país, atuando nos negócios de estirênicos, acrílicos e fertilizantes. Possui 12 unidades industriais tanto no Brasil quanto no México.

Sua base de clientes abrange diversos setores industriais, como papel e celulose, têxtil, eletrônicos, embalagens, eletrodomésticos, construção civil, automotivo, agronegócios, mineração e indústria química, sendo atuantes no Brasil e no exterior.