Aparte
Lula e a polêmica do Doutor Honoris Causa II

Antonio Samarone: nem tanto afronta assim

Antonio Samarone pegou uma tangente menos sincericida. “No Brasil, doutor é quase um título nobiliárquico. A generosidade popular é muito grande. É doutor pra cá, doutor pra lá. Até os antigos penicos eram chamados de “doutor de pé-de-cama”, diz ele. E entra na questão jurídica que ilha Lula nesta hora. “A principal argumentação é a de que Lula é um homem condenado e, como vivemos em “pleno estado de direito”, isso seria uma afronta ao Poder Judiciário. Sobre esse “pleno estado de direito”, existe forte controvérsia mesmo no mundo jurídico, sem precisar recorrer às razões políticas. Não identifiquei nenhum argumento consistente, a não ser a convicção prévia e alguns xingamentos. Quem concedeu o título tem os seus argumentos. A UFS antes de Lula tinha 10 mil alunos e 500 professores. Passou para 30 mil alunos e 1,5 mil professores, dos quais, mil doutores”, diz Samarone

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.