Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Colégio Master compra Colégio Arquidiocesano, e promete manter a marca e tradição
Compartilhar

Jorge Mitidieri: negócio e afetos pelo Colégio Arquidiocesano

Foi confirmado na tarde desta terça-feira, 27 de julho, um dos maiores negócios do mercado de educação particular sergipana, com o Colégio Master adquirindo o controle acionário do Colégio Arquidiocesano Sagrado Coração de Jesus.

Nos últimos cinco anos, outro grande negócio nessa esfera também foi realizado em Sergipe, com um grupo de fora do Estado adquirindo o comando do Colégio do Salvador, da família da professora Mariá Galrão de Almeida.

Segundo o empresário Jorge Mitidieri, sócio majoritário do Master, o Colégio Arquidiocesano Sagrado Coração de Jesus concluirá a agenda administrativa e acadêmica do ano letivo de 2021 e a troca de comando será feita somente no ano letivo de 2022.

“Dentro do inevitável contexto de transformações porque passam os indivíduos e as instituições, comunicamos às senhoras e aos senhores que a partir de 2022 o querido Colégio Arquidiocesano Sagrado Coração de Jesus, mantendo toda sua proposta em termos de valores éticos e cristãos, será administrado por uma nova constituição societária, tendo à frente o Centro de Excelência Master”, disse nesta tarde em nota aos pais dos alunos Dom João José Costa, arcebispo de Aracaju e diretor-geral do Colégio Arquidiocesano. 

Jorge Mitidieri manifestava profunda felicidade com o negócio nesta terça-feira. Ele admitiu que tem vinculações afetivas muito fortes com o velho Arqui, uma instituição educacional ligada à Igreja Católica que tem 61 anos e sempre foi comandada pela respeitável figura do Monsenhor Carvalho, que há alguns já não a dirigia mais.

“Eu tenho a alegria e o prazer de dizer que fui aluno e depois professor dele, numa ligação de 30 anos. Eu quero afirmar que tenho amor pelo Colégio Arquidiocesano e isso vai significar muito na manutenção da sua importância para a educação sergipana futura”, disse Jorge Mitidieri com exclusividade à Coluna Aparte.

“Vamos manter a marca e o histórico do Colégio Arquidiocesano, respeitando a sua tradição de 61 anos e vamos fazer os investimentos necessários nele”, completou.

Dom João José Costa: detalhes da transição serão apresentados aos pais em agosto

Hoje mesmo, depois de assinado o protocolo de compra e venda, Dom João José Costa já distribuiu um “Comunicado aos Pais” dos alunos, informando a venda do Colégio Arquidiocesano. É o que vai a seguir na íntegra.

“Ao longo de 61 anos, o Colégio Arquidiocesano procurou se esmerar para oferecer o melhor, em termos de processo educacional, às muitas gerações que por aqui passaram.

Todavia, ao longo de muitos anos, a perda significativa de alunos e a crescente inadimplência de muitas famílias levaram o Colégio a uma situação extremamente difícil, que se agravou nos últimos anos, especialmente nesse período de pandemia.

Dentro do inevitável contexto de transformações porque passam os indivíduos e as instituições, comunicamos às senhoras e aos senhores que a partir de 2022 o querido Colégio Arquidiocesano Sagrado Coração de Jesus, mantendo toda sua proposta em termos de valores éticos e cristãos, será administrado por uma nova constituição societária, tendo à frente o Centro de Excelência Master.

Trata-se de importante decisão com vistas ao futuro, permitindo novos investimentos sempre em busca da melhor qualidade de ensino para o Arquidiocesano, o que é uma marca na sua vitoriosa história. Enche-nos de satisfação saber que o novo grupo societário tem à frente, como diretor-geral, Jorge Mitidieri, ex-aluno e ex-professor do Colégio por longos anos, conhecedor dos valores e de parte da história do nosso Arqui.

Os detalhes da transição serão apresentados em reuniões com os pais, que serão convocadas a partir de agosto próximo para esse fim.

Temos a mais absoluta convicção de que o Sagrado Coração de Jesus está intercedendo por todos nós na perspectiva de que o Colégio Arquidiocesano continue sendo um importante referencial de excelência na educação sergipana.

Neste último semestre em que o Colégio Arquidiocesano funcionará administrado pela Arquidiocese, manteremos o mesmo padrão de qualidade que fez do nosso Colégio uma das maiores e melhores entidades educacionais do Estado de Sergipe. E esperamos que as famílias dos nossos alunos continuem depositando na empresa compradora a mesma total confiança que sempre nos foi depositada. Estaremos à disposição para quaisquer informações adicionais”.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

Lídia Maria
O Arquidiocesano acabou,quando o Padre Carvalho foi convidado a entregar sua administração.Boa sorte