Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Com a 60% a 18% dos votos do Centro-Sul de Sergipe, Lula despacharia Bolsonaro da Presidência
Compartilhar

Lula: 42,40 pontos acima de Bolsonaro (Foto: Ricardo Stuckert)

Se a região Centro-Sul do Estado de Sergipe simbolizasse os interesses eleitorais totais do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro, sem partido, correria sérios riscos de ser um candidato mandado embora da Presidência da República no ano que vem pela força eleitoral do seu eventual concorrente Luiz Inácio Lula da Silva, PT. 

Esse indicativo é apontado pela pesquisa do Instituto França de Pesquisas - IFP - feita nos municípios que compõem o Centro-Sul sergipano - Lagarto, Simão Dias, Tobias Barreto, Riachão do Dantas e Poço Verde, onde se guardam 182.638 eleitores, e dos quais foram entrevistados 940 deles.

Ali, se a eleição presidencial tivesse sido realizada nos últimos dias 6 e 7 de setembro, o pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva, PT, teria sido destinatário de 60,94% dos votos e o pré-candidato Jair Messias Bolsonaro, de apenas 18,54%.

Isso é resultado de uma sondagem induzida, estimulada. Nessa polarização com expressa vantagem pro petista, o terceiro colocado seria o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, que teria 5,74% das intenções de votos.

A seguir viriam Sergio Moro, com 1,07% das intenções, João Dória, com 0,48%, Alessandro Vieira, 0,24% e Eduardo Leite, com 0,2%. Não votariam em nenhum deles, votariam em branco ou anulariam o voto 7,1%, e 5,69% não souberam opinar.

Os 940  entrevistados da Região Centro-Sul do Estado de Sergipe compõem uma excelente mostra no universo dos 182.638 eleitores. A margem de erro da pesquisa é de no máximo 3,2% e tem índice de confiabilidade de 95%. Veja o gráfico completo.

Bolsonaro: reprovação eleitoral e administrativa

 

Lula

60,94%

Jair Bolsonaro

18,54%

Ciro Gomes

5,74%

Sérgio Moro

1,07%

João Dória

0,48%

Senador Alessandro Vieira

0,24%

Eduardo Leite

0,2%

NH/BR/Nulo

7,1%

Não sabe

5,69%

 

Os eleitores da região centro-sul entrevistados pelo IFP também reprovam com larga margem a gestão do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a amostra, 65,83% desaprovam a atuação da administração do presidente Bolsonaro - índice acima dos que têm Lula como opção de voto.

Somente 22,49% aprovam, 9,99% não aprovam e nem desaprovam e 1,70% não souberam opinar. Veja o gráfico.

 

OPÇÕES INDUZIDAS

TOTAL

 

Aprova

22,49%

Desaprova

65,83%

Não aprova/Nem desaprova

9,99%

Não sabe

1,70%

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

Washington Mendonça Araujo
Sem comentários