Aparte
Perante investidores, Sergio Moro defende adoção de um capitalismo “com solidariedade e compaixão”

Sergio Moro: quer “vender um sonho” e não uma campanha “para acabar a polarização Lula-Bolsonaro”

O ex-juiz Sergio Moro participou, na tarde desta sexta-feira, 19, de um encontro sobre economia e investimentos promovido pelo Banco Credit Suisse.

O debate foi conduzido pelo presidente do Banco, José Olympio Pereira, em São Paulo. Defensor do livre mercado, da livre iniciativa e da modernização da economia brasileira, Moro tem reforçado que, diante das desigualdades do país, é necessária a adoção de um capitalismo com solidariedade e compaixão.

Para acompanhá-lo na agenda, Moro convidou o economista Affonso Celso Pastore. Ex-presidente do Banco Central, Pastore é o principal conselheiro de Moro na área econômica.

Aos investidores, Sergio Moro defendeu a necessidade de reconstrução do país e reafirmou que seu objetivo é“vender um sonho, um projeto” e não entrar numa campanha “para acabar a polarização Lula-Bolsonaro”.

Ao final do encontro, o ex-ministro foi aplaudido de pé.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.