Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

“Deixo a assessoria do deputado Luciano Pimentel para me dedicar ao Portal JLPolítica”
Compartilhar

Luciano Pimentel e Jozailto Lima em foto no Gabinete da Alese: uma parceria que deu bons frutos

Primeiro, peço permissão para tratar na primeira pessoa aqui neste texto. Desde o mês passado, abril, não faço mais parte da Assessoria de Comunicação do mandato do deputado estadual Luciano Pimentel, PSB, com quem mantive uma relação profissional desde fevereiro de 2015, assim que ele iniciou seu mandato.

A decisão de deixar o assessoramento a esse parlamentar foi unilateralmente minha, e o fiz pura e exclusivamente em virtude da necessidade de mais tempo físico para dedicar-me ao Portal JLPolítica, que desde o dia 1° de fevereiro do ano passado tem a minha pessoa jornalística como mantenedora.

Por convicções próprias, também concluí que não seria compatível o exercício de um jornalismo livre e aberto a todos com a prestação de serviço a algum político ou a um mandato eletivo. Numa longa conversa que mantive com Luciano Pimentel recentemente, ele compreendeu o meu ponto de vista, as razões por mim apresentadas.

Por um dever de justiça, devo confessar que desde a primeira hora em que cheguei para assessorá-lo, ainda como diretor de Redação do Cinform, Luciano Pimentel, reconhecendo a minha tradição no jornalismo geral e em particular na esfera política, sempre me estimulou a ter um espaço próprio e independente na web no qual pudesse contribuir com as questões políticas do Estado.

E aproveito para revelar aqui que aprendi muito na convivência com Luciano Pimentel nestes 38 meses. Parlamentar de primeiro mandato, profissional de uma carreira brilhante no universo bancário público, identifiquei nele um político despojado de vícios e muito zeloso com as pessoas com as quais trata, com os bastidores do mandato e nos enfrentamentos aos oponentes. Enfim, um político inteligente e nada custoso a que um jornalista ético o assessorasse, ou o assessore.

Ao voltar-me para o lado de cá - onde vivi 30 dos 36 anos da minha profissão, os outros três eu havia dedicado a Horácio Fontes, de Boquim, e a Reinaldo Moura, na Alese, lá no começo dos anos 90 -, desejo a Luciano Pimentel, de quem me fiz mais amigo do que já o era, muito sucesso nesta bruta atividade que é a política. E neste momento aproveito para agradecer às centenas de companheiros de jornais, rádios, TVs, internet, agências de publicidade e gráficas que neste período me acolheram fraternalmente em minhas demandas de um assessor.

Quanto ao meu destino profissional, apenas quero reafirmar o desejo de tornar o Portal JLPolítica cada dia mais forte, fraterno e aberto, sem ranço e nem criminalização, à atividade política e aos que queiram fazer dela algo em benefício do bem comum. Que sigamos, pois, todos nós.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.