Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 39 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração / Tanuza Oliveira.

Edvaldo Nogueira irrita-se com informe que o coloca em conversação com Rogério Carvalho
Compartilhar

Edvaldo Nogueira: “A nota presta um desserviço e é desleal com a minha posição”

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PDT, negou há pouco, com veemência e muito chateado, que tivesse recebido um convite para um café da manhã com o pré-candidato Rogério Carvalho, PT, para discutir a sucessão de Sergipe deste ano.

 

Esta informação está contida na nota “Rogério Carvalho acena para Edvaldo Nogueira em busca de diálogo e entendimento na sucessão”, publicada por esta Coluna Aparte nesta terça-feira a partir de uma fonte em off. Não veio do próprio Rogério e nem a Coluna revelará a verdadeira fonte.

 

“Eu não tenho o que conversar com Rogério Carvalho sobre sucessão e nem recebi dele nenhum convite nesse sentido. Sobre a sucessão de 2022, eu tenho o que conversar desde que seja a respeito do projeto de Fábio Mitidieri, que é a quem eu apoio sem nenhuma dúvida”, disse Nogueira.

 

“A forma como foi colocado na nota, que chega a dizer que eu teria achado o convite natural e teria ficado meio grogue de felicidade, parece ter a intenção de colocar em dúvida a integridade do meu apoio a Fábio Mitidieri. E não tem nada a ver. Nesse sentindo, ela presta um desserviço e é desleal com a minha posição no processo sucessório”, reforçou o prefeito de Aracaju.

 

Edvaldo Nogueira disse suspeitar de que essa informação partiu de uma pessoa que lhe é uma interlocutora comum e afável, e que até lhe acenou com a possibilidade de um encontro, mas não lhe dissera, em momento algum, que se tratava de uma conversa a pedido de Rogério Carvalho.

 

“Com todo o respeito que ele me merece, mas se Rogério Carvalho quiser falar comigo sobre a sucessão deste ano eu agendo com ele para o mês de novembro”, ironizou Edvaldo.

 

Em novembro, o futuro governador de Sergipe já terá sido eleito e é possível que já tenha sido até diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.