Aparte
ETC&TAL - Textos plurais sobre Lula ampliam debate no JLPolitica

José de Almeida Bispo: vendo leviandades no debate

@ Abrir espaço contra e a favor de Lula, na véspera do seu julgamento, como fez este site - com textos de Rodorval Ramalho, sociólogo e professor da Universidade Federal de Sergipe, e de Lucas Rios, advogado com atuação especializada em Direito Público e pós-graduado em Processo Civil -, deu o que falar. Houve leitores a favor e contra, obviamente. “É isto. Para se manter com a merecida credibilidade, este portal deve proceder assim, principalmente quando o assunto for opinião”, escreveu o artista plástico Antônio da Cruz. “Um texto tão bem escrito pra defender leviandades. Na democracia cabe tudo”, esperneou o professor José de Almeida Bispo, de Itabaiana, numa referência direta ao de Rodorval.

@ Comentário do “político” e advogado - quase “economista” – Newton Porto sobre a campanha da Globo pedindo que os brasileiros falem dos seus problemas em vídeos e lhe mandem - observe como ele e o escritor Adalberto Vasconcelos pensam iguais, sem qualquer combinação prévia. “Quando vi a maciça campanha da Globo para fotos e depoimentos de sua cidade, sempre mostrando cenários de beleza extrema, acredito que como a maioria dos brasileiros a gente fazia a nós mesmos a pergunta: por que não mostrar a verdadeira fotografia de um país onde pessoas morrem em frente a postos de saúde e hospitais, riachos correndo fétidos em pleno coração das cidades, povo vivendo sem segurança e educação? Por isto mesmo, alguns chegaram a pensar: se chegarem fotos desse nível, não serão mostradas, porque o convite foi para mostrar o belo apenas! Agora, com tantos vídeos, e em maioria mostrando o Brasil verdadeiro, concluo que era isto que a Globo queria e assim agiu com extrema inteligência, a fim de que todos viessem a conhecer o verdadeiro e destroçado país em que vivemos! Tenho restrições a muita coisa vinda de dentro da Rede Globo, mas tenho que tirar o chapéu para esta excelente ideia de arrancar o clamor do povo do Brasil contra estas barbáries cometidas por dirigentes inescrupulosos e sem que despertasse o repúdio desta minoria que governa”. Pode ser.

@ Edvaldo Nogueira diz que “já tem um nome em mente” para suceder a Carlos Cauê na Secretaria Municipal de Governo. Mas se recusa a revelar de quem se trata. “O nome que estou pensando tem uma série de implicações que têm de ser resolvidas antes para depois ser convidado. Por isso que não deixarei vazar. Aliás, ele está apenas na minha cabeça e nem consultei ainda”, diz ele.

@ Carlos Cauê não deixou quieta a emenda de que ele não trabalhara, como marqueteiro, pela candidatura de Marcelo Déda a prefeito de Aracaju em 2000, e sim pela de Antonio Carlos Valadares, que era apoiada por JB, e que perdeu. “Oh, a renitência! Valadares jamais ganharia de Déda qualquer disputa, nem mesmo essa eleitoral, apesar dos meus esforços e dos de David, que também estava na campanha”, mandou dizer Cauê por mensagem de zap. O David em questão aí é o Leite.