Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Grupo de oposição a Inácio Krauss constrói plano coletivo para uma nova OAB em Sergipe
Compartilhar

Integrantes do Movimento Eu Quero uma Nova Ordem em ação no Estado

O "Movimento Eu Quero Uma Nova Ordem", que tem como pré-candidatos a presidente da OAB-SE, Danniel Costa, e a vice, Letícia Mothé, está construindo um plano de propostas valorizando a opinião da advocacia sergipana, por compreender que um projeto verdadeiramente plural "é construído a partir do diálogo constante com a classe". 

Pensando nisso, o Movimento está promovendo encontros na capital e no interior do Estado, com a presença dos pré-candidatos da oposição para que os profissionais da advocacia possam apresentar suas ideias e sugestões. A receptividade tem sido considerada positiva.
 
O objetivo desse trabalho, segundo Danniel Costa, é o de "elaborar, coletivamente, um plano de propostas que represente os anseios da classe"  e "que seja o ponto de partida para a mudança da Ordem em Sergipe". 

E foi com esse propósito que o Movimento iniciou o mês de outubro realizando o "Fórum a OAB Que Queremos", que reuniu diversos profissionais para discutir os novos rumos da OAB em Sergipe.
 
"Apresentamos um esboço das propostas construídas no último mês, ouvindo a advocacia nos escritórios, nas redes sociais e em reuniões. Discutimos cada detalhe e aprimoramos alguns aspectos junto com os participantes presentes no local e na sala virtual", diz Danniel. 

"Nosso movimento pensa de forma igualitária e democrática, pois acredita que todos podem oferecer a sua contribuição para esse projeto. E a nossa maior proposta é garantir que toda a advocacia se sinta integrante da gestão", reforça o pré-candidato à Presidência da OAB-SE Danniel Costa.
 
Para dar voz a classe e ampliar o alcance dos debates, foi organizada uma vasta agenda de eventos para colocar em pauta políticas específicas, que contemplem a advocacia preta, sênior e LGBTQI+, além dos jovens advogados e dos profissionais que militam no interior.

Alguns desses encontros já estão ocorrendo, em Aracaju e por todo Estado, e outros devem acontecer nos próximos dias.
 
Fruto da união dos principais líderes e grupos oposicionistas, o "Movimento Eu Quero Uma Nova Ordem” quer "uma OAB mais independente, moderna, representativa e presente na vida da advocacia sergipana", na visão de Danniel Costa. 

Bem recebido pelos profissionais que se queixam da suposta apatia da atual gestão da Ordem, o movimento  defende a retomada do protagonismo da OAB, da defesa intransigente das prerrogativas da classe e dos interesses sociais.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.