Aparte
UM VISITANTE BEM-VINDO: “Mãos de Lula carregam a esperança”

*Anderson Defon: “Aos rancorosos opositores de Lula, nada restou senão um puído discurso sobre corrupção que é desconstruído diariamente pelas notícias que evidenciam uma clara perseguição”

O amplo favoritismo que o ex-presidente Lula vem demonstrando nas pesquisas é ainda maior na região Nordeste, e realmente não poderia ser diferente. Em nenhuma outra região os efeitos das políticas implantadas por Lula foram tão sentidos na vida do povo.

Desde as melhorias sociais, obtidas através dos programas de inclusão pela renda, até a ampliação das ofertas de curso e das vagas nas universidades federais e particulares, o povo nordestino se enxerga representado e contemplado pelas políticas que trouxeram a muitos a inédita perspectiva de uma vida digna.

Nessas condições, está mais do que explicado porque Lula escolheu justamente o Nordeste para iniciar a sua jornada pelo país. Em Sergipe, especificamente, o ex-presidente passará pelas cidades de Estância, Lagarto, Itabaiana, Nossa Senhora da Glória e, por fim, Aracaju.

Enquanto os opositores dobram a dose do ódio nos discursos contra o ex-presidente, o povo sergipano promete grandes atos de recepção a Lula em todo o Estado. Pudera: poucos Estados sentiram de maneira tão distribuída as benesses do melhor presidente da história do Brasil.

A começar pelos programas Luz e Água para todos, que levaram o mínimo necessário para se viver com dignidade aos rincões mais isolados do Estado; programas como Bolsa Família ajudaram famílias a sair da situação de miséria e ainda aqueceram a economia em municípios do interior do Estado, que puderam desenvolver seu próprio comércio e diminuir a dependência de outras cidades.

Centros de Saúde e Hospitais que chegaram a municípios que nem sequer imaginavam receber tais estruturas e deixavam a população dependente de ambulâncias que transportassem para Aracaju. A UFS passou de um para cinco campi ao redor do Estado, e mais do que dobrou sua oferta de vagas para cursos de graduação.

O trabalhador sertanejo da agricultura passou a ter a perspectiva de se aposentar de forma justa e ainda passou a contar com programas como Pronaf, entre vários outros motivos que embalam o sergipano a ir estender os braços em cumprimento a Lula.

Aos rancorosos opositores de Lula, nada restou senão um puído discurso sobre corrupção que é desconstruído diariamente pelas notícias que evidenciam uma clara perseguição. Ao povo, o governo Temer, com seu pacote de retirada de direitos, deu a certeza de que ainda são as mãos de Lula que carregam a esperança de um país mais justo.

 [*] É formando em 
Administração e é secretário de 
Comunicação do PT de Aracaju.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.