Aparte
UMA VISITA INDIFERENTE: Só pela liberdade do direito de ir e vir

“Marquinhos Fontes: Essa corrupção desenfreada praticada por quem se elegeu prometendo moralizar a política brasileira justifica o comportamento dos que hoje hostilizam o ex-presidente”

Na questão desta coluna, me foi provocado se eu seria a favor ou contra a visita do ex-presidente Lula a Sergipe. Respondi que não me associaria a nenhuma das duas correntes. Primeiro, em respeito à nossa Constituição Federal, que assegura aos cidadãos em liberdade o direito de ir e vir.
 
Segundo, porque, como ente político, e como alguém que chegou ao cargo de comandante do país e decepcionou grande parte da população, Lula tem milhões de adversários, mas tem adoradores que desejariam cumprimentá-lo.
 
Dessa forma, revelei que pra mim é indiferente o fato de Lula visitar Sergipe ou qualquer outro lugar. Hostilizar esse visitante pode ser considerado por alguns como radicalização desnecessária.
 
Alguns tentarão, inclusive, classificar tal gesto, como sendo uma ingratidão, logo discorrendo sobre os feitos fantasiosos e ilusórios do período Lula e Dilma Rousseff.
 
É fato que os programas sociais da era Lula tiraram muitas famílias da extrema pobreza, mas os dados trazidos à tona pela Operação Lava Jato mostraram que os benefícios propagados serviram de cortina de fumaça para encobrir um esquema de corrupção, cujos efeitos se apresentam hoje de forma devastadora na vida de toda nação.
 
Essa corrupção desenfreada praticada por quem se elegeu prometendo moralizar a política brasileira justifica o comportamento dos que hoje hostilizam o ex-presidente e, acredito, justifica muito mais o comportamento dos que se declaram indiferentes a alguém que decidiu se tornar um ser desprezível.
 
Observem que as pesquisas indicam um Lula adorado no Nordeste, e a melhor forma de provar isso seria com visitas aos mercados municipais e aos terminais de ônibus. Por esses espaços passam diariamente centenas de brasileiros, que hoje enfrentam o fantasma do desemprego.
 
Mas a organiza da caravana, conhecedora do real sentimento das cidadãs e cidadãos brasileiros, optaram por colocá-lo em palanques repletos de aliados e cercados de seguranças.
 
[*] É técnico em Administração
e assessor parlamentar.

 
 
 

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.