Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 37 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

Iggor Oliveira diz que Toinho de Dorinha e família são vergonha para Poço Verde
Compartilhar

Iggor Oliveira: reação Toinho de Dorinha

O prefeito de Poço Verde, Iggor Oliveira, PSD, não engoliu calado os conceitos depreciativos contra a sua pessoa e a sua gestão emitidos pelo ex-prefeito de Poço Verde por dois mandatos, Antonio da Fonseca Dorea, o Toinho de Dorinha, PSB, e por sua esposa Edna Doria, a Edna de Toinho de Dorinha, PSB, em publicação nesta coluna no última sexta-feira, dia 18, na nota “Toinho e Edna de Dorinha veem Poço Verde muito maltratada por Iggor Oliveira. Edna Doria é candidata a prefeita contra Iggor.

“O ex-prefeito e sua candidata deveriam pedir desculpas à população pelo que fizeram com Poço Verde junto ao ex-prefeito Thiago Doria”, ataca Iggor Oliveira, em nota enviada a esta Coluna, que vai a seguir, na íntegra.

“A população de Poço Verde não tem memória curta e lembra do desastre que foi a administração de Toinho e Thiago”, diz Iggor Oliveira em Poço Verde.

Em resposta à matéria publicada pelo JLPolítica e replicada pelo Portal Política Sergipana, o atual prefeito do município de Poço Verde, Iggor Oliveira, foi taxativo: “O ex-prefeito e sua candidata deveriam pedir desculpas à população pelo que fizeram com Poço Verde junto ao ex-prefeito Thiago Doria”.

Iggor Oliveira ainda afirma: “Essa turma de corruptos, Poço Verde já conhece. A oposição quer retornar ao poder insultando o meu trabalho, mesmo com as dificuldades enfrentadas por uma herança maldita deixada por eles para o município, onde conseguimos resolver os problemas e agora estamos avançando. Poço Verde hoje avança em todas as áreas, mas de forma muito especial em saúde e segurança, além de todos os pagamentos em dias, diferente das greves e atrasos do passado”.

O prefeito ainda disse que não tem dúvidas que os poçoverdenses não estão esquecidos dos malfeitores que estão querendo voltar, “vestidos em pele de cordeiro”.

E finaliza dizendo que fará “uma campanha propositiva, embasada nos avanços que já tivemos e no que ainda está para ser feito, mas não podemos tolerar a política da mentira e da maquiagem, achando que o povo tem memória curta””.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.