Aparte
Se dependesse de Estância, Ivan seria o futuro governador

Ivan Leite: muito bem postado nos números localizados

O peso das lideranças regionais nas configurações políticas de um Estado é algo marcante. O ex-deputado estadual ex-prefeito de Estância, Ivan Leite, PRB, é uma prova viva disso. Se dependesse da comunidade estanciana, ele seria, disparadamente, o governador sergipano eleito em 2018, e logo de primeiro turno.

Isso é o que dizem os índices de uma sondagem eleitoral feita ali pelo Instituto França de Pesquisas - IFP - com 400 entrevistados, nos dias 4 e 5 de outubro. Ivan é o rei da cocada preta nos três cenários em que seu nome foi colocado como oferta na sondagem induzida de voto.

Nas três simulações feitas, Ivan aparece com desempenho acima de 53% de intenção de voto para governador, sempre bem à frente de graúdos como Antônio Carlos Valadares, Eduardo Amorim, Belivaldo Chagas e André Moura.

Num primeiro cenário, ele tem 53% e Valadares 15,5%. Em terceiro, vem Vera Lúcia, 6,8%; Belivaldo Chagas, com 3,3% e Dr Emerson, 1,9%. Com 12,2% dizendo que não votariam em nenhum, em branco ou nulo e 7,3%
na casa dos indecisos ou que não sabem.

Num segundo cenário, Ivan Leite vai a 54,9%, Eduardo Amorim fica 10,9% Vera Lúcia tem 8,4%, Belivaldo Chagas, de novo em quarto, com 3,3%, e Dr Emerson, 1,9%. Aqui, nenhum, branco e nulo seriam 11,1% e não sabem e indecisos, 9,5%.

Num terceiro cenário, Ivan Leite aumenta para 56,5%, Vera Lúcia cai para 6,3%, André Moura tem 5,2%, Belivaldo Chagas, 3,5% e Dr Emerson, 1,6%. Nenhum, branco e nulo seriam 14,7% e não sabem e indecisos, 12,2%. A pesquisa tem uma margem de erro de 4,0% e um índice de 95% de confiança.

Não se sabe ao certo se é pra valer, mas o PRB tem divulgado que quer Ivan Leite candidato ao Governo. Apesar disso, a Executiva do partido estava em peso no sábado na reunião da casa dos Mitidieri para o anúncio por Jackson Barreto do nome de Belivaldo Chagas ao Governo.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.