Aparte
Fundo de R$ 3,6 bi pode não vingar

Vicente Cândido: cedendo à opinião pública

Com o título de “Fundo de R$ 3,6 bi para campanhas deve ser revisto, diz relator”, a Folha d S. Paulo publicou ontem a seguinte matéria. “Após reunião com líderes partidários na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o relator da reforma política, deputado Vicente Cândido (PT-SP), afirmou nesta quarta-feira (16) que deve abandonar a ideia de reservar 0,5% das receitas correntes líquidas da União para abastecer o novo fundo público de campanhas. Pelo seu texto original, isso iria resultar em R$ 3,6 bilhões para os candidatos nas eleições de 2018. Devido à repercussão negativa da medida, anunciada em meio ao aumento da projeção oficial de rombo nas contas públicas para os próximos anos, avaliou-se não haver ambiente político para essa vinculação”, disse a matéria.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.