Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 39 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração / Tanuza Oliveira.

Laurinho Menezes diz ter preocupação com os 400 mil carentes sergipanos
Compartilhar

Laurinho Menezes: o bom samaritano?

O pré-candidato a deputado federal pelo PPS Laurinho Menezes pretende fazer uma campanha sem agredir ninguém. Primeiro suplente de senador de Eduardo Amorim, PSDB, com quem não tem o mesmo alinhamento de quatro anos atrás, Laurinho não revela a que candidatura majoritária vai apoiar este ano.

“O partido é que define todos os caminhos”, diz. A coluna lhe pergunta: “e se o PPS apoiar uma pré-candidatura de Eduardo, fica bom para o senhor?”. E ele: “Não sei o passo que o partido vai dar. Tenho que acompanhar o partido”.

“Eu nunca fiz caminho nenhum tendo por base a destruição alguém na vida para ser alguma coisa. Nunca. E nunca irei fazer”, reforça.

“Tanto que na minha vida nunca falei de ninguém. Tenho 58 anos de idade e nunca precisei disso. Se precisar, não farei. Nunca. Estou fora totalmente”, completa. 

“Não tenho o que falar de ninguém. Não quero falar de ninguém. Quero falar de planos. O que posso contribuir para o meu Estado? Eu nasci em Sergipe, me criei em Sergipe. Fiz questão de meus filhos serem sergipanos”, diz ele. 

“Eu vi uma mensagem muito linda do Papa: “se a pessoa não dedicar um pedaço da sua vida para política, o que veio fazer aqui neste mundo? Sergipe tem 400 mil pessoas passando necessidade. Vivendo em extrema pobreza. Será que a gente não pode ajudar? Um unir com outro e ajudar?”, questiona ele. Pode.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.