Aparte
Alese, via Goretti Reis, promove debate sobre políticas públicas materno-infantis 

Goretti defende a necessidade de reorganizar a rede, evitando transtorno dentro dos próprios estabelecimentos

A  Assembleia Legislativa de Sergipe - Alese -, iniciou nesta quarta-feira, dia 25, um diálogo com representantes de órgãos públicos, do município de Aracaju e de Sergipe, sobre a implementação e o fortalecimento de políticas públicas de saúde materno infantil, voltadas para garantir uma melhor condição de saúde e de vida. 

A iniciativa partiu da Comissão de Saúde, Higiene, Assistência e Previdência Social da Alese, presidida pela deputada Goretti Reis, PSD. A parlamentar defende o diálogo como caminho para encontrar estratégias para dar continuidade e ampliar as ações que estão sendo desenvolvidas na atenção obstétrica e neonatal nos Estabelecimentos Assistenciais de Saude - AES.

Um dos temas tratados na comissão foi a operacionalização total do  prédio da Unidade Materno-Infantil do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe - HU/UFS -, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares e que foi inaugurado há um ano na capital. 

Nesse sentido, a inexistência da contratualização com o gestor local do SUS para o pleno funcionamento dos serviços oferecidos pela Unidade Materno-Infantil foi o ponto máximo do debate.

Goretti defende  a necessidade de reorganizar a rede, evitando transtorno dentro dos próprios estabelecimentos. “Já que funciona há anos prestando serviços, a exemplo do Santa Isabel, que faz mais de dez mil partos por ano, e que a gente precisa ver como vai ficar esse estabelecimento de saúde também”, frisou, salientando ainda que a rede não atende só a Aracaju, mas a todo o interior por não existir maternidade em todos os municípios.

“Precisamos construir esse fluxo, ver também o Hospital Universitário, de que forma também pode ser feito esse credenciamento, para que amplie e possa ofertar mais serviços. A gente sabe que, paralelo a isso também, tem a situação financeira, estrangulamento, e é aí que eu acho que tem que usar essa força política dentro do nosso Estado e também com os nossos parlamentares federais e senadores”, ressalta a deputada. 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.