Aparte
Domingueira: presidente da Adema defenderá mais atenção ao meio ambiente

Gilvan Dias: mais espaço para as questões do meio ambiente

O Estado de Sergipe está bem servido no território da fiscalização e das licenças ambientais, apesar da leve deficiência de pessoal que tem a instituição responsável por essas obrigações, que é a Adema -Administração Estadual de Meio Ambiente de Sergipe - uma autarquia encastelada na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade de Sergipe – Sedurbs.

Mas Sergipe precisa dar mais atenção geral às questões ambientais. Quem vai garantir isso é o diretor-presidente da Adema, o bacharel em direito, pastor evangélico e acadêmico em Meio Ambiente Gilvan Dias, o entrevistado domingueiro do Portal JLPolítica desta semana.

“Eu diria que a Adema de Sergipe possui um quadro limitado de servidores, mas que fazem de suas atividades um verdadeiro sacerdócio diário. O que estou dizendo é que temos um déficit significativo de pessoal. Mas essa realidade não faz com que o órgão deixe de promover as suas ações institucionais, que são as de fiscalizar e licenciar”, diz ele.

Gilvan Dias vai defender que as questões do meio ambiente deveriam estar mais presentes nas atividades acadêmicas das escolas e reclamará o fato de a expressa maioria dos municípios de Sergipe não ter uma Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

“Considero de suma importância que os municípios sergipanos tivessem as suas Secretarias de Meio Ambiente, a sua política ambiental própria. Eu entendo que investir nas Agências de Meio Ambiente é, com certeza, uma política de Estado que traz resultados eficientes para toda a população. Afirmo com segurança e garantia que quando temos um órgão ambiental estruturado todos saem ganhando”, dirá.

Entrevista com Gilvan Dias vai estar disponível aqui no JLPolítica às 8h deste domingo dia 9.